A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 23 de Outubro de 2018

15/04/2009 20:12

Delcídio e Mabel querem reabertura do Independência

Redação

Na tarde desta quarta-feira, o presidente da Fiems (Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul), Sérgio Longen, se reuniu com o senador Delcídio Amaral (PT) e o deputado federal Sandro Mabel (PR/GO) em Brasília (DF). Ele foi tentar uma articulação para a reativação da unidade do frigorífico Independência em Nova Andradina.

Segundo Longen, a meta é conseguir uma liberação de crédito de R$ 240 milhões do governo federal para que o Independência volte a funcionar. De acordo informação da diretoria da empresa, o frigorífico mantém um valor em haver oriundo da Lei Kandir, para honrar dívida com os pecuaristas do Estado, que chegam a R$ 46 milhões.

O presidente da Fiems também está empenhado em lançar uma discussão em torno do modelo de negócios da cadeia da carne. Para ele, o atual modelo é ultrapassado e penaliza o pecuarista e o frigorífico. Por isso, Longen quer desonerar o setor e promover uma revisão de tributos e créditos.

Delcídio explica que a liberação desse crédito da Lei Kandir para o grupo é importante para a reativação da unidade do frigorífico no Estado. Já o deputado Sandro Mabel, que também apoia a proposta e que passará a trabalhar pela viabilização do ressarcimento desse crédito para o Independência, acrescenta que o recurso deve ser dirigido aos pecuaristas para proporcionar o retorno das atividades de, pelo menos, uma unidade no Estado.

Longen está confiante na articulação, desde um encontro ocorrido ontem em São Paulo (SP) com o presidente da Fiesp (Federação das Indústrias de São Paulo), Paulo Skaf. Enquanto ele busca apoios da bancada do Estado, o presidente da Fiesp trata diretamente com a equipe econômica do governo para tentar a liberação das verbas.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions