A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Maio de 2018

24/06/2009 09:00

Em 4 anos, comércio ganhou 17 mil funcionários

Redação

De 2003 para 2007 o número de pessoas trabalhando no comércio de Mato Grosso do Sul cresceu 21%, de 79.953 a 97.314, conforme pesquisa divulgada nesta quarta-feira pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

No mesmo período o salário médio dos comerciários aumentou em 57,27% (sem considerar a inflação), de R$ 5.122,90 a R$ 8.057. Levando em conta todas as retiradas, os salários consumiram R$ 409.592.000 no ano de 2003 e em 2007 foram R$ 784.064.000.

A receita bruta de revenda foi de R$ 18.760.377.000 e a margem de comercialização R$ 2.876.791.000. São 19.712 estabelecimentos com receita de revenda, dos quais 16.637 varejistas que empregam 73,5% dos trabalhadores do setor.

A receita bruta de revenda do varejo foi de R$ 7.346.058.000 em 2007 e a margem de R$ 1.289.500.000.

Já o atacado, que emprega 14,79% dos trabalhadores do comércio, teve margem parecida, de R$ 1.187.393.000. Enquanto o setor atacadista destinou R$ 176.447.000 ao pagamento dos trabalhadores, no varejo foram R$ 497.445.000.

No comércio de veículos, peças e motocicletas são 1.732 estabelecimentos que tiveram receita bruta de revenda de R$ 2.222.663.000 e margem de comercialização de R$ 399.898.000. No segmento eram 11.331 trabalhadores em 2007, com salário médio de R$ 9.723 ao ano.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions