A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 23 de Outubro de 2018

20/11/2008 11:22

Em mês difícil, comércio garante empregos

Redação

No mês de outubro o comércio garantiu o saldo positivo de empregos em Mato Grosso do Sul, apesar da enxurrada de demissões no setor industrial. Conforme informações do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Demitidos), divulgadas nesta quinta-feira pelo Ministério do Trabalho, as indústrias do Estado demitiram 4.325 funcionários em outubro ao passo em que contrataram 3.893, gerando saldo negativo de 432 vagas.

O número de demitidos no setor em outubro é 12% maior que o de setembro e no comparativo com o mesmo período do ano passado o salto nas demissões chega 71%. O  segmento frigorífico, com seguidos fechamentos de indústrias, pode ser tomado como um exemplo dessa situação.

Apesar do desempenho ruim da indústria, o saldo de vagas formais de trabalho no Estado foi positivo em 1.405 no mês de outubro, segundo o Caged o melhor desempenho do Centro-Oeste.

Movimentado com a aproximação do fim do ano e com os empregos temporários, o comércio foi o que sustentou a geração de vagas. O setor admitiu 4.770 trabalhadores e demitiu 3.805, o que gerou um saldo de 965 empregos. O número de novas vagas geradas no comércio em outubro deste ano foi 21% maior que em outubro do ano passado.

Na seqüência vem o setor de serviços, com saldo de 592 vagas (5.828 admitidos e 5.236 demitidos). Em período de plantio da safra de verão de soja, o setor Agropecuário também teve bom desempenho, registrando saldo de 339, número, porém, inferior ao de outubro de ano passado, quando gerou saldo de 547 empregos.

No acumulado de janeiro a outubro foram geradas no mercado de trabalho de Mato Grosso do Sul 26.658 novas vagas,a maior parte delas nos setores de Serviços,Agropecuária, Comércio e Indústria (nesta ordem). Já nos 10 primeiros meses do ano passado o saldo de vagas foi de 21.042.

 

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions