A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

01/06/2012 17:18

Em um ano, receita de ICMS do e-commerce foi "mixaria", diz André

Fabiano Arruda
Mercadorias compradas pela internet retidas em transportadora de Campo Grande no ano passado; PEC aprovada no Senado propõe divisão do ICMS entre o estado de origem e destino. (Foto: João Garrigó)Mercadorias compradas pela internet retidas em transportadora de Campo Grande no ano passado; PEC aprovada no Senado propõe divisão do ICMS entre o estado de origem e destino. (Foto: João Garrigó)

Um ano depois de ter entrado em vigor o decreto que estabeleceu cobrança de ICMS sobre as compras feitas lojas virtuais de outros estados, o governador André Puccinelli (PMDB) classificou como “mixaria” o montante arrecadado com o e-commerce.

A administração estadual buscava recuperar cerca de R$ 45 milhões do tributo que, antes, era pago somente ao Estado de origem do produto nas operações. Mas uma onda de ações na Justiça acabou por livrar as empresas do pagamento do tributo, ao impedir que as cargas fossem retidas para esse fim.

Puccinelli admitiu que um mecanismo para forçar as empresas a pagarem o ICMS ao Governo do Estado era reter as mercadorias compradas por consumidores do Estado pela internet.

André demonstrou confiança com a legislação a ser aprovada nacionalmente que determina a divisão do tributo entre o Estado de origem e o de destino.

Afirmou ainda que espera pela “solução” do conflito para que todas as unidades da federação saiam ganhando.

"Você vê que é uma coisa que precisava ser feita, tanto que agora vai virar lei nacional", argumentou o governador.

Em maio do ano passado, começou a vigorar protocolo assinado por Mato Grosso do Sul e outros 18 estados que prevê a divisão do ICMS sobre as vendas na internet. Além das ações das grandes redes on-line, o protocolo é questionado no Supremo Tribunal Federal.

Comércio - Apesar disso tudo, o comércio de Campo Grande considera que foi beneficiado.

Segundo o primeiro secretário da Associação Comercial e Industrial de Campo Grande, Roberto Oshiro, pesquisa recente do órgão mostrou que os consumidores preferem comprar na loja física.

“Antes, alguns clientes iam à loja para fazer a compra para internet. Por isto que apoiamos a mudança, que fez melhorar o movimento”, comentou.

Legislação - A proposta de mudança no pagamento do ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) já foi aprovada pela CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado.

A PEC, de autoria do senador Delcídio do Amaral (PT), propõe percentuais provisórios até que a norma seja editada. Assim, o estado que receber a mercadoria ficaria com 70% do ICMS arrecadado nas operações não presenciais.

O relator da proposta, senador Renan Calheiros (PMDB), definiu que caberá ao estado do destinatário da mercadoria o imposto correspondente à diferença entre a alíquota interna e a interestadual.

A expectativa é de que a PEC contribua para o equilíbrio entre as unidades federativas. Calcula-se que o comércio eletrônico tenha movimentado R$ 18,7 bilhões no ano passado.

STF dá prazo a estados para se manifestarem sobre ICMS das vendas on-line
Responsável pelo ação em que a CNC (Confederação Nacional do Comércio) questiona o protocolo 21, que estabelece a divisão entre os estados de origem ...
Decisão do TJ sobre e-commerce diz que Estados vão partilhar o ICMS
Ao reconhecerem ontem que Mato Grosso do Sul tem direito de tributar as vendas pela internet, showroom, telemarketing ou representantes comerciais,...


Porque o governo não diminui os impostos sobre os prutos do estado? O dever é melhorar o produto interno! Melhorar os valores dos nossos produtos e não tornar mais dificil a compra interna e externa!
 
Rogger Correa em 01/06/2012 08:27:35
O duro é quando você tem que comprar uma coisa que não tem nas lojas de Campo Grande. Aí vem a pergunta, comprar da internet ou comprar no PY ?
 
Cleberson Silva em 01/06/2012 06:19:07
Sabe aquele celular que " voce iria " comprar na internet porque
" iria sair mais barato"............já era !!
 
Tiago Marcelo em 01/06/2012 05:44:43
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions