A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

19/10/2016 09:18

Escolas iniciam rematrículas e reajuste de mensalidades deve chegar até 10%

Renata Volpe Haddad
Rematrículas já começaram nas escolas particulares de Campo Grande. (Foto: Campo Grande News/ Arquivo)Rematrículas já começaram nas escolas particulares de Campo Grande. (Foto: Campo Grande News/ Arquivo)

Começou este mês, o período de rematrícula nas escolas particulares de Campo Grande. Quem quer garantir a vaga do filho em 2017 já pode se antecipar, mas é preciso estar atento ao valor que deve subir até 10%.

De acordo com o diretor do colégio Adventista de Campo Grande, Giovani Butarelli, a escola vai promover um Dia D para matrículas, ainda em outubro. "Já estamos realizando as rematrículas e no dia 23 de outubro, próximo domingo, vamos fazer um Dia D, das 9h às 16h para receber os pais que não têm tempo de ir ao colégio durante a semana", explica.

Butarelli explica que três meses antes de acabar o ano, a escola inicia as rematrículas com promoções. Em relação a mensalidade de 2017, o diretor diz que o reajuste deve ficar no índice da inflação. "O reajuste vai variar entre 9% e 10%".

Já no colégio Mace, a diretoria já está recebendo as rematrículas, mas alunos novos só vão poder se matricular, a partir de novembro, segundo o funcionário da tesouraria da escola, Rafael Pacheco Vitório.

"As matrículas dos nossos alunos estão sendo feitas com o valor deste ano ainda, sem reajuste, devido a uma promoção do colégio. Ainda não sabemos para quanto vai o índice de aumento nas mensalidades de novos estudantes, mas acredito que fique abaixo da inflação", alega.

Iniciaram nesta terça-feira (18) as rematrículas no colégio Paulo Freire. De acordo com a diretora pedagógica, Adelina Spengler, o período de matrículas para alunos novos começa em novembro. "Matrículas dos nossos alunos não vão ter reajuste ainda porque o sindicato não definiu o índice. Eles falaram que deve ficar em torno de 12%, mas nada de concreto. Quando tivermos uma nova tabela, aí saberemos quanto deve ficar a mensalidade", explica.

A reportagem do Campo Grande News entrou em contato com o Sinepe (Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino de MS), para falar sobre o reajuste nas mensalidades, mas até o fechamento desta matéria, não conseguiu contato.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions