A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

23/04/2013 09:54

Exportações de produtos industrializados sobem 27% no 1º trimestre

Nícholas Vasconcelos

As exportações de produtos industrializados de Mato Grosso do Sul já alcançaram US$ 742,4 milhões nos três primeiros meses deste ano, um aumento de 27,7% na comparação com o mesmo período do ano passado, quando foram vendidos US$ 581,3 milhões.

De acordo com o Radar Industrial da Fiems (Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul), feito com base nos dados do Mdic (Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior), houve alta de 71,2% no setor de papel e celulose, 71,2% em couros e peles, além de 41% no extrativismo mineral e carnes com 16,4%.

O mês de março foi até agora o melhor da série histórica analisada pela Federação, ao atingir receita de US$ 267,8 milhões.

“Comparado com os resultados de igual mês, ao longo da série, vale ressaltar que de janeiro de 2009 até agora foram registradas 37 quebras de recorde nas receitas de exportação. O que equivale a dizer que o recorde mês a mês, ao longo desse período, foi quebrado em 72,5% das vezes. Além disso, a participação do setor industrial em tudo o que foi exportado pelo Estado nos três primeiros meses deste ano chega a 66,2%”, analisa o presidente da Fiems, Sérgio Longen.

Produtos - Com a inauguração da Eldorado, em Três Lagoas, houve aumento de 71,2% no grupo celulose e papel. A nova planta dobrou a capacidade do Estado e levou os produtos sul-mato-grossenses para novos compradores, além de aumentar o volume para os clientes antigos.

São 22 novos destinos para os produtos do grupo, com uma receita adicional equivalente a US$ 12,3 milhões. China, Holanda, Itália e Coréia do Sul aumentaram suas compras em US$ 47,7 milhões, US$ 22 milhões, US$ 18,4 milhões e US$ 5,7 milhões, respectivamente.

No conjunto couros e peles foi registrada uma receita de US$ 35,8 milhões no primeiro trimestre, com um aumento de 71,2 sobre o mesmo período do ano passado. Foram exportadas mais de 11,7 mil toneladas, indicando, na mesma comparação, uma elevação de 77,7%.

O aumento do volume e do preço médio da tonelada de minério de ferro refletiu no extrato mineral. O total vendido ao exterior no período de janeiro a março de 2013 alcançou 669,5 mil toneladas, resultado 20% maior que o obtido em igual intervalo de 2012, enquanto o preço médio da tonelada, na mesma comparação, apresentou variação de 18%, saindo de US$ 78 para US$ 92,3.

Já no complexo carne, a expansão foi proporcionada pelo aumento das receitas obtidas com as carnes desossadas e congeladas de bovinos, frango e miudezas apresentaram um crescimento de US$ 36,1 milhões. Os países que mais contribuíram para o desempenho observado foram Hong Kong, Venezuela e Japão, que, somados, geraram uma receita adicional equivalente a US$ 34,5 milhões.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions