A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 20 de Setembro de 2017

30/08/2017 16:20

Feira do Peixe oferece produtos com desconto de até 40% a partir de 6ª

Osvaldo Júnior
Peixe será vendido por valores reduzidos na Capital (Foto: João Paulo Gonçalves)Peixe será vendido por valores reduzidos na Capital (Foto: João Paulo Gonçalves)

A partir desta sexta-feira (dia 1º), o consumidor de Campo Grande poderá comprar peixe ou alimentos feitos a partir de pescados com valores menores. Peixarias, supermercados, hotéis, bares e restaurantes estarão oferecendo até o dia 16 de setembro produtos diversos com preços promocionais. Os descontos ainda estão sendo definidos pelos empresários participantes, mas podem chegar a 40%.

A ação, realizada há 14 anos, é desenvolvida pelo Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) em parceria com o setor privado. Em Mato Grosso do Sul, a campanha, coordenada pelo setor de Pesca e Aquicultura do Mapa, tem apoio da Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes) e contará com participação de empresas de diversos segmentos.

O coordenador federal de Pesca e Aquicultura, César Moura, informou que a abertura será nesta quinta-feira (dia 31), às 16h, na Morada dos Baís, em Campo Grande. No evento, aberto ao público, terá degustação de alimentos feitos com peixe.

Amanhã, pela manhã, também será definida a relação dos participantes. Por enquanto, já confirmaram, entre outras empresas, lojas do Mercadão, supermercados, como Extra, Walmart, Pão de Açúcar, além de bares, restaurantes e peixarias.

O nome é “Semana do Peixe”, mas a campanha segue por 15 dias. “O encerramento será no dia 16 de setembro, às 21h30, na Feira Central. Terá palestras sobre pescado, abertas ao público em geral”, disse César Moura.

Ele informou ainda que estão sendo feitas parcerias, que podem resultar no avanço da aquicultura. A Uems (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul), por exemplo, poderá abrir o primeiro curso técnico de psicultura do Estado. Também há possibilidade de o governo incluir o peixe, como alimento permanente no cardápio dos presídios, o que impulsionará a produção.

César Moura afirmou que os municípios também podem se organizar para fazer da Semana do Peixe. Material e informações diversas estão disponíveis em site criado para a campanha (clique aqui). 

Filés de peixes na Peixaria do Mercadão, que estará com preços promocionais durante a campanha promocional (Foto: João Paulo Gonçalves)Filés de peixes na Peixaria do Mercadão, que estará com preços promocionais durante a campanha promocional (Foto: João Paulo Gonçalves)

Mercadão – O proprietário da Peixaria do Mercadão, Cleuber Linares, já está se preparando para receber os consumidores nas duas semanas da campanha. Ele informou que a cada três dias ofertará diversos tipos de peixes com descontos, que podem chegar, em alguns casos, a 40%.

“Durante as duas semanas, vários tipos de peixes serão vendidos por preços menores. As ofertas serão feitas a cada três dias, com peixes diferentes”, contou.

Também no Mercadão, a pastelaria venderá pastel de peixe com valores reduzidos.
Em todo o País, a estimativa é que as duas semanas aqueçam em, pelo menos, 30% as vendas de pescado.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions