A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 10 de Dezembro de 2017

28/11/2012 20:45

Fim de ano deve movimentar mais de R$ 700 milhões no comércio do MS

Luciana Brazil

O consumidor em Mato Grosso do Sul deve desembolsar neste fim de ano mais de R$700 milhões em produtos e serviços no comércio do Estado, e o giro na economia será de R$1,9 bilhões.

Os números fazem parte do levantamento do Instituto de Pesquisa Fecomércio- MS (Federação do Comércio de Bens Serviços e Turismo do Estado de Mato Grosso do Sul) que avaliou a intenção de compra dos consumidores em 11 municípios do Estado, entre os dias 9 e 16 de novembro.

De acordo com a pesquisa, boa parte deste dinheiro será direcionada para pagar contas em atraso (12%), despesas de início de ano (14%), cartão de crédito (9%), retirada de nome dos cadastros negativos (6%) e para cobrir o cheque especial (4%).

Ao todo, 12% dos entrevistados dizem que vão guardar dinheiro na poupança, 8% nas despesas com compra de carro, casa, moto e, 7%, nas despesas com férias e 5% dos entrevistados dizem vão usar na reforma da casa.

Ainda conforme a pesquisa, 78% dos entrevistados vão comprar até 3 presentes para famílias e amigos, sendo que o valor médio por presente é de R$ 190,00, valores acima do registrado o ano passado quando 77% dos consumidores afirmaram que iriam comprar presentes de até R$ 125,00, injetando, na época, mais de R$ 460 mi no comércio varejista.

Devem receber presentes 21% das mães, 20% dos filhos, 17% das esposas, 5% das namoradas e, também 5% dos irmãos. Dos entrevistados, 4% garantiram que vão se auto-presentear.

Os presentes que serão adquiridos são roupas (26%), brinquedos (15%), perfumaria (14%), calçados (13%), acessórios (7%), eletroeletrônicos (5%). Também, aparece na sua preferência de compra o celular (3%), jóias (3%) e eletrodomésticos (2%).

A pesquisa indica que as lojas do centro das cidades são a opção de 88% dos consumidores do Estado. Em Campo Grande, 44% dos entrevistados afirmaram que vão adquirir os presentes nas lojas do Centro, 23% no Shopping Norte Sul Plaza, 14% no Shopping Campo Grande e 6% no camelódromo.

Em Dourados, as preferências são 55% no comércio central e 40% no Shopping Avenida Center. Já em Corumbá e Ladário, as lojas do centro são a escolha de 44% dos entrevistados, e 32% afirmaram que irão às compras no comércio da Bolívia, representando uma injeção de R$ 2,2 milhões para o país vizinho.

Enquanto isso, em Ponta Porã 60% dos consumidores afirmam que vão adquirir os presentes nas lojas do centro da cidade. A pesquisa detectou também que R$ 51 milhões (35% dos entrevistados) vão ser gastos nas lojas do Paraguai . Nas demais cidades, a preferência dos consumidores é para as lojas do centro da sua cidade (88%), às lojas dos bairros (4%), produtos da internet e de catálogos (5 %).

Empresas têm até 20 de dezembro para optar pela antecipação do eSocial
Empresas podem optar pela antecipação da implantação do Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (eSoci...
Prazo para regularizar débitos com fisco estadual vence na sexta-feira
Contribuintes que possuem débitos com o fisco estadual têm até sexta-feira (15) para aderirem ao Refis (Programa de Recuperação Fiscal) de Mato Gross...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions