A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

11/08/2008 08:16

Indústria da mineração investirá US$ 4 bi em MS

Redação

O Radar Industrial, da Fiems, aponta que indústrias do setor de mineração em Mato Grosso do Sul devem investir US$ 4 bilhões até 2015, além de aumentar a produção de ferro e manganês para 75,5 milhões de toneladas e elevar para 20 mil o número de empregos formais, o que significa 10 vezes mais que o estoque atual.

A pesquisa usa como referência às informações divulgadas pelas empresas Rio Tinto, MMX e Urucum Mineração.

Neste ano, conforme levantamento do Radar Industrial junto ao MDIC (Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior), as indústrias de extrativismo mineral metálica tem projetados investimentos de US$ 140, 4 milhões, produção de 7 milhões de toneladas e geração de 1,9 mil empregos formais. Com bases nesses dados, a projeção é de que os investimentos do setor nos próximos sete anos aumentem em 2.884%, enquanto a produção tenha um crescimento de 970% e o número de empregos formais tenha elevação de 1.000%.

Hoje, ainda de acordo com o Radar, as exportações de produtos provenientes das indústrias da mineração de Mato Grosso do Sul apresentaram um crescimento de volume igual a 95% entre 2001 e 2007, desempenho que indicou um crescimento médio de 10% ao ano. Quanto às receitas de exportação, o crescimento nominal ocorrido entre 2001 e 2007 foi de 302,5%, saindo de US$ 21 milhões para US$ 84,7 milhões. Desse modo, a participação das receitas de exportação das indústrias da mineração sobre o total de receitas obtidas com as vendas externas aumentou em 2,09 pontos percentuais, saindo de 4,44% do total em 2001 para 6,53% em 2007.

Dados da RAIS (Relação Anual de Informações Sociais) do Ministério do Trabalho e Emprego, apontam que entre 2001 e 2006 o número de empresas existentes nas indústrias do setor no Estado aumentou em 58%, o que representou um crescimento médio de 6,77% ao ano no Estado. Quanto ao emprego formal, em 2007 foram registrados 1.797 empregos, o que representa 2,32% do total de empregados no setor industrial sul-mato-grossense.

Em relação a 2001, o emprego formal nas indústrias da mineração cresceu 129%, representando um crescimento médio do emprego formal no setor da ordem de 12,6% ao ano. Essas boas condições proporcionaram ganhos salariais aos trabalhadores do setor, cujo salário médio pago em Mato Grosso do Sul apresentou um crescimento real de 29% entre 2001 e 2006, saindo de R$ 1.139,52 para R$ 1.472,04.

Assim, a massa salarial do setor saiu de pouco mais de R$ 10,7 milhões para R$ 28,3 milhões, crescimento de 164%. Fazendo com que a participação da massa salarial da Indústria da Mineração aumentasse 1,76 pontos percentuais sobre a massa salarial do Setor Industrial de Mato Grosso do Sul, alcançando em 2006 o equivalente a 3,92% de tudo o que foi pago em salários pelas Indústrias do Estado.

A produção de minerais metálicos beneficiados em Mato Grosso do Sul saltou de 1,6 milhões de toneladas em 2001 para 3,5 milhões de toneladas em 2005, crescimento de 119%.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions