A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 10 de Dezembro de 2017

18/12/2013 23:03

Indústria fecha 2013 com crescimento de 17,4% e faturamento de R$ 24 bilhões

Vinícius Squinelo
Previsão para 2014 é de crescimento acima dos 10% (foto: divulgação)Previsão para 2014 é de crescimento acima dos 10% (foto: divulgação)

O setor industrial de Mato Grosso do Sul manteve neste ano de 2013 um alto índice de crescimento, fechando o ano com avanço de até 17,4% em relação a 2012, e deve registrar em 2014 um aumento de até 12,2%, conforme dados levantados pelo Radar Industrial da Fiems (Federação das Indústrias).

Em 2013, o faturamento das indústrias, por exemplo, obteve montante de R$ 24 bilhões contra R$ 22,7 bilhões do ano anterior, ou seja, alta de 5,7%, enquanto a geração de empregos fechou em 145.953 trabalhadores neste ano frente aos 129.825 industriários de 2012, resultando em elevação de 12,4%.

No caso de estabelecimentos instalados, neste ano, o setor chegou a 11.460 indústrias contra 10.538 de 2012, aumentando em 9%, enquanto o PIB (Produto Interno Bruto) Industrial atingiu R$ 12,1 bilhões frente aos R$ 10,3 bilhões do ano passado, o que representa um crescimento de 17,4%. Já as exportações de produtos industrializados fecham 2013 em US$ 3,45 bilhões contra US$ 3 bilhões de 2012, isto é, avanço de 15%.

“Essss dados são muito positivos e retratam o novo Mato Grosso do Sul, onde a indústria vem consolidando o desenvolvimento. A atividade industrial já lidera a economia em aproximadamente 20 municípios e tem uma massa de quase 150 mil trabalhadores empregados com carteira assinada. A soma de esforços para desenvolvermos a atividade industrial no Estado é realidade”, reforçou o presidente da Fiems, Sérgio Longen.

Sérgio Longen acrescenta ainda que o salário pago pela indústria estadual acompanhou o desenvolvimento do setor, conforme o IBGE, tendo, em termos percentuais, o maior crescimento em nível nacional. “Várias ações foram feitas para que isso se tonasse realidade, principalmente, em termos de qualificação profissional, com o Senai encerrando o ano com quase 70 mil trabalhadores qualificados. É nessa tecla que temos batido, de levar até as pessoas a formação profissional, por meio dos containers salas de aula e das unidades móveis. Os nossos agentes de qualificação têm batido de porta em porta, oferecendo a oportunidade de qualificação e o trabalhador, quando capacitado, consegue melhores salários”, avaliou.

Projeções – Ainda com base nos dados levantados pelo Radar Industrial da Fiems, o presidente Sérgio Longen projeta um crescimento de até 12,2% para o setor industrial de Mato Grosso do Sul em 2014 com relação a 2013. No caso do faturamento das indústrias, por exemplo, o montante deve saltar de R$ 24 bilhões para R$ 25,2 bilhões (+ 5%), enquanto a geração de empregos sairá de 145.953 trabalhadores para 151 mil industriários (+3,45%), o número de estabelecimentos instalados aumentará de 11.460 para 12.033 (+5%), o PIB (Produto Interno Bruto) Industrial crescerá de R$ 12,1 bilhões para R$ 13,6 bilhões (+12,2%) e a receita de exportações de industrializados sairá de US$ 3,45 bilhões para US$ 3,60 bilhões (+ 4,34%).

Na avaliação de Sérgio Longen, o desafio para 2014 é encarar os gargalos do setor industrial, como os da área de logística de transporte, por exemplo, em que o Estado começa a evoluir com a privatização da BR-163. “Mais do que nunca, precisamos criar e propor ações necessárias para a continuidade do crescimento industrial a dois dígitos. Esse é um grande desafio, mas que temos totais condições de alcançar. Que nossas ações possam evoluir, por meio das PPPs (Parcerias Público e Privadas), que darão mais velocidade na resolução dos nossos gargalos”, pontuou.

Ele prevê também que 2014 será um ano bom e repleto de atividades, como as eleições para deputados estadual e federal, para governador, para senador e para presidente da República e a Copa do Mundo da Fifa no Brasil.

"Entendemos que o setor vem caminhado mesmo com dificuldades e tenho certeza que com trabalho e planejamento vamos também crescer dois dígitos em 2014, mantendo os índices de crescimento da China. É um desafio, mas, com certeza, com muito trabalho e parcerias com prefeitos, deputados, senadores e Governo do Estado, vamos buscar resultados para o desenvolvimento estadual”, finalizou.

Empresas têm até 20 de dezembro para optar pela antecipação do eSocial
Empresas podem optar pela antecipação da implantação do Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (eSoci...
Prazo para regularizar débitos com fisco estadual vence na sexta-feira
Contribuintes que possuem débitos com o fisco estadual têm até sexta-feira (15) para aderirem ao Refis (Programa de Recuperação Fiscal) de Mato Gross...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions