A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

02/01/2015 16:03

Lojas iniciam mega liquidações e desconto de 70% exige pesquisa

Ricardo Campos Jr.
Únicos descontos que compensavam eram das lojas de vestuário (Foto: Marcelo Calazans)Únicos descontos que compensavam eram das lojas de vestuário (Foto: Marcelo Calazans)

Cartazes anunciavam descontos, mas os preços eram praticamente os mesmos do ano passado nas lojas do Centro de Campo Grande nesta sexta-feira (2), primeiro dia útil de 2015. Precavidos, os consumidores iam de estabelecimento em estabelecimento anotando os valores e acabavam se decepcionando. Como justificativa, os comércios de eletrônicos, móveis e eletrodomésticos anunciam grandes liquidações para queimar estoque na próxima semana.

Entre os preços mais atrativos, tinha televisão de led de 46 e 47 polegadas por R$ 1.999 e de 42 polegadas por R$ 1699. Móveis, como racks, sofás, mesas e cadeiras podiam ser achados por R$ 800. Quem baixou mesmo os preços foram as lojas de vestuário, que tinham preços únicos, descontos de 70%, ou facilidades para pagamento, como a primeira parcela para daqui a 100 dias.

A secretária Enilda Veiga, 30 anos, estava de caderno na mão para encontrar os melhores valores para comprar, entre outras coisas, um refrigerador. “Por mais que esteja tudo com 70% de desconto, você tem que pesquisar”, disse.

No entanto, “está tudo a mesma coisa”, completa. O que a decepcionou mesmo foi o atendimento, principalmente depois de esperar horas por alguém que pudesse informar os preços e facilidades, já que ela guardou dinheiro e ia pagar tudo à vista.

A doméstica Luzia dos Santos, 36 anos, correu para o Centro esperando encontrar mobília para o quarto da cunhada com menores preços, mas saiu da loja sem nada. “É o preço de sempre, ainda não baixou nada. Eu esperava que os preços estivessem mais em conta”, afirma.

Queima – O Magazine Luíza, que tem a mais tradicional liquidação de início de ano, prevê na próxima sexta-feira (9) o saldão que costuma formar filas que fazem os clientes dormirem nas portas das lojas para conseguir comprar antes que os produtos acabem. Estão previstos descontos de até 70%.

Já a Havan promete uma promoção por semana, por fim de semana e aos domingos durante o mês de janeiro a partir desta sexta-feira começando pelo setor de eletro. A partir do dia 4 de janeiro será a vez da moda praia ter preços reduzidos. O percentual de desconto não foi informado pela rede.

Movimento no Centro de Campo Grande durante a tarde desta sexta-feira (Foto: Marcelo Calazans)Movimento no Centro de Campo Grande durante a tarde desta sexta-feira (Foto: Marcelo Calazans)
Procon da Capital abre campanha para orientar comércio e consumidor no Natal
O Procon (Subsecretaria de Proteção e Defesa do Consumidor) de Campo Grande dá início nesta segunda-feira (18) a uma semana de orientação e atendimen...
Os limites do “desculpe, seu score está baixo”
Imagine a seguinte situação. Você está navegando em uma grande loja de comércio eletrônico e escolhe um novo celular para compra. Na hora do pagament...
Confaz aprova incentivos fiscais concedidos pelo Governo de MS
O Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) aprovou a convalidação de todos os incentivos fiscais concedidos pelo Governo do Estado em Mato G...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions