A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

29/06/2011 13:48

Nova lei de incentivos fiscais passa na Assembleia e vai à sanção do governador

Ítalo Milhomem

O projeto que altera o programa que concede incentivos fiscais para indústrias em Mato Grosso do Sul foi aprovado na sessão desta quarta-feira (29), em primeira e segunda discussão, durante sessão extraordinária.

De acordo com relator do projeto, deputado Júnior Mochi (PMDB), houve um equivoco na semana passada quando o site oficial da Assembleia divulgou a aprovação deste projeto, que ainda não havia sido apreciado.

Ele explica, que na verdade, o projeto aprovado na semana passada foi alguns benefícios fiscais para indústrias que foram convalidados pelo Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária e voltaram para serem aprovados pela Assembleia.

Nesta quarta-feira foi aprovado o projeto do Programa Estadual de Desenvolvimento Industrial de Mato Grosso do Sul, denominado “MS Forte-Industria”.

Mochi comenta que todos incentivos dados anteriormente a decisão do STF (Supremo Tribunl Federal), se mantém válidos porque eles foram convalidados preventivamente e de maneira individual pelo Confaz, mesmo sem a obrigação.

Na nova legislação, além do nome que foi mudado de MS Empreendedor para MS Forte-Indústria, também foi alterado o texto dos artigos 6 º, 7º e 8º da lei complementar 93/2001, considerados totalmente ou parcialmente inconstitucionais.

No entanto, o conteúdo destes artigos continuam com o mesmo objetivo, conceder benefícios fiscais para indústrias. Os valores percentuais de renúncias fiscais do antigo programa também foram mantidos.

Mochi explica que a PEC (Proposta de Emenda Constitucional), que altera o nome de CDI/MS (Conselho de Desenvolvimento Industrial do Estado) para Fórum Deliberativo do MS Forte-Indústria foi distribuído ontem (28) na CCJR (Comissão de Constituição, Justiça e Redação) e deverá ser apreciado até a próxima semana pelos deputados para que a nova legislação de incentivos fiscais possa ser implementada.

Empresas têm até 20 de dezembro para optar pela antecipação do eSocial
Empresas podem optar pela antecipação da implantação do Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (eSoci...
Prazo para regularizar débitos com fisco estadual vence na sexta-feira
Contribuintes que possuem débitos com o fisco estadual têm até sexta-feira (15) para aderirem ao Refis (Programa de Recuperação Fiscal) de Mato Gross...


Legal Senhor Governador, agora cade os incentivos no qual faz as industrias e empresas virem para o Estado? Quais estão em negociações com o Estado? A cidade esta precisão trabalhar, os jovens hoje só passeiam, cade os serviços?
 
Roberto Harada em 30/06/2011 07:20:23
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions