A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

23/04/2012 11:35

Dia das Mães deve movimentar R$ 222 milhões no comércio de MS

Francisco Júnior
Em todo o Estado, 81% dos consumidores irão às compras, gastando em média R$ 168. (Foto: arquivo)Em todo o Estado, 81% dos consumidores irão às compras, gastando em média R$ 168. (Foto: arquivo)

Pesquisa realizada pela Fecomércio, Fundação Manoel de Barros e Universidade Anhanguera-Uniderp aponta que as vendas para o Dia das Mães deve movimentar R$ 222 milhões no comércio de Mato Grosso do Sul.

Foram ouvidas 1.813 pessoas nas cidades de Aquidauana, Anastácio, Campo Grande, Corumbá, Dourados, Ladário, Naviraí, Paranaíba, Ponta Porã, São Gabriel do Oeste e Três Lagoas, durante o período de 4 a 7 de abril e tem uma margem de erro de 6,5%.

Em todo o Estado, 81% dos consumidores irão às compras, gastando em média R$ 168. Campo Grande absorverá R$ 42,1 milhões, com 80% da população economicamente ativa indo às compras e gastando em média R$ 131por presente. Um aspecto interessante é que o valor médio dos presentes dos homens é bem maior, em média R$ 184 contra os R$150 indicado por elas.

Se somadas às formas de pagamento à vista isto dará na ordem de 48%, pois os compradores pretendem pagar em dinheiro (40%), com o cartão de débito (7%) e 0,7% em cheque. O cartão de crédito é a escolha de 34% dos compradores e o uso de carnê da loja aparece na preferência de 16%. O cheque, à vista ou a prazo, soma apenas 3% das pretensões de compra.

Como em 2011, a pesquisa indicou que novamente os presentes considerados úteis lideram a preferência de compra. Entre eles vestuários (16%), perfumes e cosméticos (15%), bolsas e acessórios (13%) e calçados (12%). Também aparecem aqueles presentes com características mais de utilidades domésticas do que pessoal, como eletroeletrônicos (4,6%), eletrodomésticos (4,4%) e móveis para casa (2,6%). No caso do eletroeletrônico, o celular é o destaque para 29% dos consumidores, seguidos de 15% para televisão e 11% para câmara fotográfica digital. A novidade tablet fica na escolha de 4% dos compradores, como presente para o dia das Mães.

Aqueles que deverão comprar eletrodoméstico, a sua divisão ficam em: 11% para forno de micro-ondas, 11% para batedeira, 8% para refrigerador, 8% para lavadora de roupas, 8% para liquidificador, 8% para ferro a vapor.

No interior, a cidade que indicou o maior valor médio por presente foi Ponta Porã, R$ 257,00, porém o percentual de consumidores que vai às compras está entre os menores, 68%. Assim, devem ser movimentados R$ 7 milhões na economia da cidade.

Depois da Capital, a segunda maior movimentação deve ocorrer em Três Lagoas, R$ 9,1 milhões. Na cidade 89% dos consumidores vão às compras, com valor médio de presente de R$ 158,00.

Em Corumbá a data deve movimentar R$ 5 milhões, com valor médio do presente de R$ 143,00, montante próximo de R$ 5 milhões de Dourados, onde o valor médio do presente será de R$ 96,00 e 66% vão às compras.

Em Naviraí, o Dia das Mães deve movimentar R$ 4,5 milhões e o valor médio do presente está entre os maiores, R$ 217,00. Em Paranaíba, serão R$ 3,3 milhões, com presentes ao valor médio de R$ 186,00 e em Aquidauana/Anastácio R$ 3,2 milhões e presentes ao valor médio de R$ 209,00. Cidade com o segundo maior valor médio de presentes, R$ 236,00, São Gabriel do Oeste deve perceber uma movimentação de R$ 2,2 milhões com o Dia das Mães.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions