A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

14/04/2009 11:43

Posto é autuado por registrar volume maior que o vendido

Redação

Proprietários do posto Corujão (bandeira branca), localizado na Avenida Marechal Deodoro, em Campo Grande, foram autuados e tiveram dois bicos de bombas lacrados pela ANP (Agência Nacional de Petróleo) por registrar mais combustível do que era abastecido de fato no veículo.

Uma das bombas era de gasolina e a outra de álcool. Em ambos os casos o consumidor perdia 2% do volume pelo qual pagou. A cada 20 litros registrados na bomba, 410 mililitros não eram de fato abastecidos.

"Parece pouco, mas se consideramos que uma bomba vende 31 mil litros ao mês são R$ 1,5 mil de lucro", diz o delegado da Decon, Adriano Garcia Geraldo, tomando como base o caso da gasolina.

No momento da fiscalização, vários motoristas estavam no local para abastecer. Constatada a irregularidade, os donos do posto foram notificados e será investigado se a distorção foi provocada intencionalmente ou se não houve o dolo.

Não foi encontrada irregularidade em relação à origem do combustível e quanto à qualidade foram coletadas amostras que serão analisadas no laboratório da ANP, em Brasília.

Mais difícil

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions