ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, DOMINGO  14    CAMPO GRANDE 20º

Economia

Preço do sal tem variação de até 100% em Campo Grande, aponta pesquisa

Procon Estadual realizou levantamento de preço dos itens de primeira necessidade que compõem a cesta básica

Por Ana Paula Chuva | 28/04/2022 14:46
Mulher empurrando carrinho dentro de supermercado. (Foto: Divulgação | Procon-MS)
Mulher empurrando carrinho dentro de supermercado. (Foto: Divulgação | Procon-MS)

Levantamento do Procon-MS, realizado entre os dias 6 e 20 de abril, apontou que o preço dos itens de primeira necessidade, que compõem a cesta básica, tem variação de até 103,67% em estabelecimentos varejistas e atacadistas de Campo Grande. Entre eles, o sal refinado de 1 kg, que a diferença é de até 100%.

Ao todo, o órgão fiscalizador visitou 16 supermercados varejistas e quatro atacadistas e levantou a diferença de preços nos itens que compõe a cesta básica, a metodologia usada   foi destacar as três maiores e igual quantidade de variações nos valores de comercialização.

Em relação aos varejistas, a maior diferença encontrada foi no preço do sal Cisne de 1 kg. No Supermercado Pires, Bairro Tiradentes, o produto é vendido a R$ 5,39, enquanto que no Comper da Rui Barbosa, o mesmo item custa R$ 2,69.

Também com variação alta, a goiabada Figine 300 gramas foi encontrada a R$ 6,99 no Comper e a R$ 3,75 no Mister Junior, Bairro Estrela do Sul, diferença de 86,4%. Acima dos 80%, o órgão também encontrou o creme dental Colgate Máxima Proteção de 90 g, neste caso, a variação foi de R$ 3,21, entre o menor e o maior preço de comercialização.

A menor diferença entre os produtos pesquisados foi a do leite longa vida integral UHT Tirol de 1 litro. O produto estava sendo comercializado por R$ 4,99 no Supermercado Pires e a R$ 4,85 no Mister Júnior, variação de R$ 2,89.

Atacadistas – Nos atacadistas, a maior diferença de preços foi no fermento em pó Dr. Oetker 100 gramas. No Atacadão da Avenida Costa e Silva, o produto estava sendo comercializado por R$ 4,99 e no Assaí da Avenida Fábio Zahran a R$ 2,45, variação de 103,67%.

Já  a menor variação encontrada foi no preço do arroz Tio Lautério tipo 1 com 5 quilos, que no Morena Atacadista, era comercializado a R$ 18,99 e no Forte Atacadista a R$ 18,89, diferença de 0,53%.

O Café Caboclo almofada de 500 gramas também apresentou variação baixa. O item estava sendo vendido a R$ 14,99 no Morena Atacadista e a R$ 14,85 no Atacadão e Forte Atacadista, diferença de 0,88%.

Ainda conforme o Procon, o setor de pesquisa estabeleceu comparativo nos preços apresentados por atacadistas entre o trimestre e atualmente. A maior variação foi 31,70% para a farinha de trigo Primor 1 kg, a menor variação é de 0,06% em relação ao Café Brasileiro almofada com 500 g. Dos 65 produtos comparados, 4 tiveram decréscimo.

Ao todo, foram 138 produtos verificados nos varejistas, dos quais são divulgados 118, pelo fato dos restantes não terem sido encontrados em pelo menos três locais pesquisados. Já em relação aos atacadistas, a quantidade de produtos foi a mesma do varejista, sendo liberados 79 para divulgação pelo mesmo critério.

Nos siga no Google Notícias