A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

07/02/2011 12:05

Procon investiga se postos praticam preços diferentes no fim de semana

Aline Queiroz

Pesquisa de preços será divulgada este mês

Postos serão alvo de pesquisa. Foto: João GarrigóPostos serão alvo de pesquisa. Foto: João Garrigó

O Procon/MS fará pesquisa que poderá apontar, além da variação de preços, se os postos de combustíveis praticam valores diferentes aos fins de semana. Levantamento feito pelo órgão investigará se há dumping em Campo Grande.

Dumping é uma prática comercial que consiste em uma ou mais empresas venderem os produtos por preços extraordinariamente abaixo do valor justo, por um tempo, com o objetivo de prejudicar e eliminar os fabricantes de produtos similares concorrentes no local. A finalidade é de dominar o mercado e impor preços altos.

De acordo com o diretor do Procon, Lamartine Ribeiro, chegou ao órgão a informação de que postos têm reduzido os preços nos fins de semana.

Desta maneira, a primeira pesquisa do ano em postos também contemplará este quesito.

Ele explica que, caso seja confirmada a diferença, não significa, necessariamente, que os postos tenham infringido as relações de consumo.

“Mas se tiver devemos avaliar se não há prática de dumping”, ressalta Lamartine.

Caso seja apontada esta diferença de preço aos fins de semana, também servirá como alerta em relação à qualidade dos combustíveis.

O Campo Grande News entrou em contato, por telefone, com onze postos. Em todos os estabelecimentos, os funcionários foram unânimes e negaram qualquer diferenciação.

Em Campo Grande existem 160 postos de combustíveis.

O Procon fará pesquisa por amostragem e espera levantar preços de 30 estabelecimentos.

O resultado será divulgado no dia 21 de fevereiro, conforme o diretor.

Autoescola - O Procon também fará pesquisa de preços em autoescolas. O resultado será divulgado dia 14 deste mês.

Os limites do “desculpe, seu score está baixo”
Imagine a seguinte situação. Você está navegando em uma grande loja de comércio eletrônico e escolhe um novo celular para compra. Na hora do pagament...
Confaz aprova incentivos fiscais concedidos pelo Governo de MS
O Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) aprovou a convalidação de todos os incentivos fiscais concedidos pelo Governo do Estado em Mato G...
Consumidor terá 30 dias para contratar serviço de esgoto antes de ser multado
Será apresentado às 9h de segunda-feira (18) um termo de parceria entre o Procon-MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor de Mato ...


isto é uma pouca vergonha !!!!!!! somos nos mesmo que fornecemos petrolio para o PY
 
Damir borges em 09/02/2011 01:59:12
Atenção pessoal do PROCON: Posto Rancharia após asilo São João Bosco faz
dois tipos de preços para gasolina comum, a saber: a vista e se for a prazo outro(
mesmo cartão de crédito, cheque( 30 dd) etc...
Que tal uma visitinha de surpresa.
 
Julio Martins em 08/02/2011 09:44:42
É por isso que o cidadão comum abastece no Paraguai e na Bolivia, nossos preços de combustiveis são desumanos, em São Paulo o litro da gasolina chega a ser R$ 0,50 mais barato do que aqui, só não entendo porque?
 
maximiliano nahas em 08/02/2011 09:17:39
bomdia a todos amigos do campo grande news, olha sinceridade, eu acho que deveria ter uma febre afitosa de novo, porque os europeus não podiam comer carne com febre mas a gente podia comer, eu lembro que eu cheguei a pagar R$ 6,00 no kilo da picanha, seria ótimo se desce uma crise no açucar, ou se os chineses vende-se açucar baratissimo, porque ai o etanol para nós seria um preço justo. É vergonhoso esse preço, não vou citar nomes mas fiquei sabendo que um dono de posto rodou campo grande inteira no final de semana pedindo para os donos de postos subirem o preço da gasolina, se todos observarem na sexta feira de manha a gente achava muitos postos a 2,49, 2,59 na cidade, no sabado de manha todos estavam no minimo 2,69. Eu sou consumidor, dono de carro flex, nada esta compensando no momento. Eua cho que a policia federal junto com o ministério publico teria que fazer uma investigação sobre isso, em cima dos postos de gasolina e principalmente nos usineiros, nosso estado abriu as pernas para os usineiros dando ensentivo, insenção de impostos e agora essas pessoas que nem são do nosso estado estão acabando com o povo campogranden-se. E quem ajuda a gente, eu não vejo nenhum politico brigar pelo o preço dos combustiveis, mas por outras coisas sim, será que o comercio de combustiveis é tão perigoso assim para que ninguém dos nossos queridos deputados, vereadores investiguem? Deve ser né
 
luxemburgo de souza em 08/02/2011 08:36:46
ola pesopal na rua alberto sabim perto do super mercado legal so abasteço la pos moro na alberto sabim o posto ta um mes com gasolina a 2,4899 isto e muito bom e gasolina boa pois meu carro nao falha nao e adulterada
 
milton a miguel em 07/02/2011 11:58:32
Isso é uma máfia que nunca terá fim, Brasil maior produtor de combustiveis do mundo tanto gasolina como etanol (antigamente era alcool agora é a americanizado), só pensem uma coisa por que os politicos do brasil não fala em preços de combustivel por que esta na mão de poucas pessoas, na eleição passada tinha todos os assuntos mas nenhum presidente falou em abaixar combustivel, então caros leitores pensem nisso, por que não perguntam para a Dilma ou para perdedor Serra por que no paraguai o combustivel é mais barato e aqui no brasil não, eu sou daqui de ponta porã e abasteço só do lado do PY pq é mais barato e não tem desculpa de que estraga o motor pq o meu nunca foi para a mecânica por problema de combustivel eu garanto, pensem nisso!!!
 
Marcelo Fernandes Júnior em 07/02/2011 03:36:58
Gostaria de exclarecer aos amigos ,que os Posto de combustiveis trabalham nos dias de hoje com um percentual de lucro minimo , cifra de centavos, e alguns praticam precos fixos e um pouco acima da concorrencia , mais ganham em valores, em contrapartida, outros praticam precos menosres, mais ganham em volume, e temos que levar em consideracao se o proprietario do posto tambem possui frota para transporte do combustivel proprio, ( Creio que 99% , ao menos tem um caminhaozinho toco que puxa 20 mil litros de combustivel ),e mesmo praticando precos abaixo na media, nao deixam de lucrar em volume com seu produtos, mais e uma soma de fatores, pois os Postos e Servicos, disponibilizam outros sevicos,como de lubrifucacao, comercializacao de oleos, graxas, lavagem de autos de pequeno e grande porte, carta frete, cheque troco, as proprias comveniencias em nossos Postos, veja que e uma somatoria de produtos e servicos que agregam o lucro real, e digo como conhecedor de causa, hoje e praticamente impossivel o fator combustivel ruim (Adulterado), afinal a fiscalizacao do INMETRO, PROCOM e PETROBRAS e muito intensificada e passivel de penalidade que podem acalhar o fechamento um Posto de Combustivel para sempre, mesmo por que a PETRBRAS, atraves do servico ''de olho no combustivel'', fiscaliza as outras concecionarias, como a esso, texaco, simarelli, sul america, dentre outras, que no final das contas para abastecerem suas bandeiras, ou mesmo abastecerem os pequenos Postos de bandeira branca, compram somente da Petrobras, entao observa se por ai, que e uma fiscalizacao ostensiva e repreensiva e jamais colocara em cheque tamanha credibilidade adquirida por um meio que se organizou de maneira grandiosa, as duras penas!!!
 
Gustavo Cesar em 07/02/2011 03:26:45
Que "dumping" que nada, o que está claro é a formação de cartel. Até para as "promoções" os preços começam e terminam juntos. Nojento isso. Não resta nada ao consumidor, a não ser abastecer e se sentir enganado. Hoje mesmo, segunda feira, todos os postos que vendiam gasolina a R$ 2,54 , já estão vendendo o mesmo litro a R$ 2.699 - coincidência, não?
 
Frederico Lobato em 07/02/2011 02:57:00
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions