A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Maio de 2018

26/04/2012 13:56

Puccinelli atenta para erros com a nacionalização obrigatória de empresas

Wendell Reis
Puccinelli disse concordar com a valorização da indústria nacional, mas discorda da forma como está sendo feita (Foto: Minamar Junior)Puccinelli disse concordar com a valorização da indústria nacional, mas discorda da forma como está sendo feita (Foto: Minamar Junior)

O governador André Puccinelli (PMDB) está preocupado com a reforma tributária que está sendo realizada no País. Puccinelli disse que colocaram “uma casca de banana” que acabou passando despercebida. O erro, na visão do governador, está na falta de tempo para adaptação a obrigatoriedade de todas as empresas que se instalem em qualquer local do Brasil ter o mínimo de nacionalização.

Puccinelli disse concordar com a valorização da indústria nacional, mas discorda da forma como está sendo feita. O governador cita como exemplo a empresa Uninter, que está se instalando em Mato Grosso do Sul. Ele confidenciou que o Estado venceu uma disputa com o Paraná. Mas, seguindo as mudanças atuais, esta empresa, na visão dele, não viria nem para o Brasil.

“Porque se não vier um período de transição, de nacionalização obrigatória dos componentes das diversas coisas, vai ser difícil. Abruptamente não consegue. É claro que o bom senso prepondera, mas isso passou despercebido”.

O governador também disse que está atento a Lei Kandir, que prejudica o Estado com desoneração de R$ 600 milhões. Ele também se disse curioso para saber se terá as mudanças no FPE (Fundo de Participação do Estado), aumentando o repasse para o Estado.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions