A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

16/03/2012 11:38

Rede Tulip Inn começa a construir hotel em Campo Grande a ser inaugurado em 2014

Ângela Kempfer
Foto do hotel em Curitiba.Foto do hotel em Curitiba.

Um dos principais grupos hoteleiros do País anunciou a construção da primeira unidade em Mato Grosso do Sul. A BHG S.A. – Brazil Hospitality Group - já acertou com a SGGC Participações, empresa com a experiência em projetos de shopping centers, acordo para a obra em Campo Grande, na avenida Afonso Pena.

O hotel vai operar com a bandeira Tulip Inn e a previsão de abertura é no início de 2014. Segundo a assessoria do grupo, a estrutura será totalmente focada no público executivo. Serão 140 apartamentos e restaurante, além de estrutura para convenções.

A localização precisa não foi divulgada, as empresas apenas informaram que a obra será a 9 quilômetros do aeroporto e a poucos metros do Shopping Campo Grande.

O projeto integra a proposta de expansão da rede para em 5 anos abrir 40 hotéis novos selected services. O plano estratégico é de ampliação em regiões que apresentam alto índice de crescimento econômico, forte demanda e grande potencial turístico.

O acordo entre BHG e SGGC já foi enviado à Comissão de Valores Mobiliários. O investimento em Mato Grosso do Sul foi justificado pela sua crescente demanda hoteleira, com um critica a oferta atual, cada vez mais reprimida por um parque defasado aqui no Estado, “com poucas opções de qualidade, cenário perfeito para o início de operações”, argumenta a Brazil Hospitality no comunicado a CVM.

Pieter Voorst Vader, presidente da BHG diz que Mato Grosso do Sul se destaca por ser o centro de um dos principais pólos de agronegócios no País. “Exerce o papel de centro de redistribuição de produtos oriundos dos principais centros produtores do país para o restante da região Centro-Oeste e a região Norte, além de ser ponto central para a distribuição de mercadorias Brasileiras, Paraguaias e Bolivianas aos Portos no Oceano Atlântico (Santos e Paranaguá) e Pacífico (via Bolívia)”, o que seria perfeito para o turismo de negócios.

Um dos números levantados é de Mato Grosso do Sul mais que dobrou o Produto Interno Bruto em 7 anos. “Na onda do crescimento, Campo Grande responde por quase um terço das riquezas do Estado, com R$ 11,6 bilhões em 2009, segundo o IBGE”, expõem o comunicado oficial.

No Mato Grosso, a rede chegou em 2002. Na capital Cuiabá, a estrutura tem Business Center, restaurante, bar, room service, piscina, fitness e estacionamento com manobrista.

Rede - Só nesta semana, o Diário Oficial do Município trouxe outras duas instalações de hoteis em Campo Grande.

O Orla Morena Park Hotel prevê investimento 6.5 milhões em terreno de 2.391,36 m².

Também há a intensão de um hotel no formato Express, na avenida Duque de Caxias, com investimento de R$ 10.7 milhões.

Há tempos, o governo do Estado também fala da construção do primeiro hotel cinco estralas da cidade, que seria levantado na avenida Via Parque. Porém, o grupo Deville, responsável pelo projeto, informa apenas que os estudos continuam sobre a instalação aqui, mas sem nenhuma decisão sobre o assunto.

No ano passado, o proprietátio do grupo, Jayme Canet Neto esteve em Campo Grande para uma reunião com representantes do governo, apresentou uma proposta preliminar, mas as conversas não evoluiram.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions