A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

22/09/2012 09:00

Redução de IPI aumenta vendas em 30% e clientes esperam veículos por até 20 dias

Helton Verão

Veículos populares podem sair com até 10% de desconto

Não existem veículos 1.0 a pronta entrega (Foto: Helton Verão)Não existem veículos 1.0 a pronta entrega (Foto: Helton Verão)

O governo Federal cortou impostos e juros de carros no último mês de maio, aumentando assim a procura e mudando a ideia de muitos consumidores que sequer pensavam em comprar um novo veículo por estes meses.

Em Mato Grosso do Sul, as concessionárias estão sem estoque de carros nacionais 1.0, ou os mais famosos “populares”. Com a redução do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) a diferença de preço para estes veículos podem variar de dois a cinco mil reais.

“Estamos ressaltando para cada cliente que a espera para o veículo chegar vai de 20 a 30 dias. Mas é uma espera que compensa. O Celta 1.0, completo que custava R$ 29. 990 pôde baixar até R$ 26.790, é uma espera que compensa”, explica Pedro Sena, gerente de vendas de veículos novos, da Smaxx Chevrolet.

Com essa média de 10% de diferença, as vendas aumentaram 30% neste período do final de maio até setembro, revela o gerente. Lembrou também dos veículos 1.6 para cima, que o desconto não chegou a mesma porcentagem, mas também teve um desconto entre 6% e 7%. “Esses tenho a pronta entrega”, avisa Pedro.

Com o casal Itaniel e Mara Cabral foi um motivo de espera bom, afinal eles adquiriram um Ford Ka, na concessionária em Aquidauana, esperaram por 20 dias, mas economizaram quase R$ 5 mil.

“Estávamos pensando em trocar já, esta redução acabou incentivando a fazermos isso logo. Eles avisaram que demoraria uns cinco dias, foram 20, mas valeu a pena esperar”, conta a dona de casa, de 31 anos.

Mudança de planos - Muitos consumidores que pensavam em trocar de carro no futuro, trocaram pelo presente, e foram as concessionárias para aproveitar a redução. É o caso do funcionário público, Juscelino Ney Carriço, ele possuía um Honda City modelo 2010 e aproveitou para tirar um modelo novo.

“Estava pensando em trocar ano que vem, mas esse desconto fez me antecipar, fui a concessionária e comprei logo. Economizei 8,5% em relação ao valor original do veículo”, conta Carriço.

Azar - Muitos consumidores festejaram o desconto, recomendaram a amigos, mas também alguns tiveram o “azar” de comprar os veículos antes da redução.

“O meu azar foi duplo, fui a concessionária, comprei um Gol G5, e uma semana e meia depois teve essa redução e pior saiu o modelo novo. Ainda perguntei para o vendedor, mas ele jurou que não teria promoção, nem modelo novo por aqueles dias”, conta o gerente de lotérica, de 29 anos, Renato de Barros, que diz estar inconformado até hoje.

Sena diz que concessionárias não tem para onde correr a não ser pedir para clientes esperar (Foto: Helton Verão) Sena diz que concessionárias não tem para onde correr a não ser pedir para clientes esperar (Foto: Helton Verão)

O gerente da Smaxx contou sobre casos de clientes que foram a concessionária para reclamar, pois compraram o veículo dias antes da redução e se sentiram prejudicados. “Alguns vieram aqui reclamaram, disseram entrar com as medidas cabíveis, mas a concessionária não tem culpa, vendemos de forma legal”, defende Sena.

A redução do IPI estava prevista inicialmente para acontecer o último dia 31 de agosto, mas o ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou a prorrogação até 31 de outubro.

Para os que ainda esperam aproveitar a redução e comprar seu veículo, vale o lembrete de que até do dia 31 de outubro, o veículo tem de estar faturado no sistema da concessionária. Caso exista alguma burocracia pendente, a partir do dia 1º de novembro seu valor já será calculado fora da redução.

O governo prorrogou também a redução do IPI para produtos da chamada linha branca (fogões, geladeiras, tanquinhos e máquinas de lavar e móveis, painéis e luminárias) até o dia 31 de dezembro. Com isso, o governo deixar de arrecadar R$ 1,6 bilhão em 2012 e R$ 3,9 bilhões em 2013.

Os limites do “desculpe, seu score está baixo”
Imagine a seguinte situação. Você está navegando em uma grande loja de comércio eletrônico e escolhe um novo celular para compra. Na hora do pagament...
Confaz aprova incentivos fiscais concedidos pelo Governo de MS
O Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) aprovou a convalidação de todos os incentivos fiscais concedidos pelo Governo do Estado em Mato G...
Consumidor terá 30 dias para contratar serviço de esgoto antes de ser multado
Será apresentado às 9h de segunda-feira (18) um termo de parceria entre o Procon-MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor de Mato ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions