A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

19/10/2016 10:13

Vendas de ar condicionado caem, mas demanda por conserto cresce até 50%

Renata Volpe Haddad
Demanda por conserto de ar condicionado cresceu 50% em outubro. (Foto: Marcos Ermínio)Demanda por conserto de ar condicionado cresceu 50% em outubro. (Foto: Marcos Ermínio)

Com termômetros ultrapassando os 40ºC em Mato Grosso do Sul, a procura por conserto de ar condicionado cresceu até 50%, porém, as vendas de aparelhos novos caíram, em comparação com o mesmo período do ano passado.

De acordo com o proprietário da Mega Refrigeração, Sérgio Silva dos Reis, a demanda por conserto é tanta nos últimos dias, que foi preciso contratar mais dois funcionários. "Vendemos e fazemos conserto de ar condicionado e a demanda cresceu 50% e com isso tivemos que aumentar a equipe", afirma.

Ainda segundo o proprietário, as pessoas estão preferindo consertar o aparelho que tem, do que comprar um novo. "Quando mostramos o orçamento do conserto e quando elas veem o preço de um novo, elas preferem arrumar, com certeza", enfatiza.

A demanda por conserto dos condicionadores de ar também cresceu na loja de Pedro Bento Marques Cabreira, a P3 Refrigeração. "A procura cresceu 5% na última semana de pessoas querem arrumar o ar condicionado. Acredito que vá melhorar mais em novembro".

Na Consertec, de acordo com um funcionário que não quis se identificar, o conserto de ventiladores cresceu 40% nas últimas semanas.

Ventiladores, umidificador e ar condicionado, ficam expostos no Centro para chamar atenção dos consumidores. (Foto: Marcos Ermínio)Ventiladores, umidificador e ar condicionado, ficam expostos no Centro para chamar atenção dos consumidores. (Foto: Marcos Ermínio)

Em contrapartida, em relação ao ano passado, a queda nas vendas de condicionadores de ar novos, caiu quase 50% na Arte Frio Refrigeração.

Segundo a vendedora Elaine Padilha, as vendas ainda estão fracas. "Era para estarmos vendendo bem mais, já que no ano passado, nessa época, nosso estoque praticamente já tinha acabado", diz.

Os números falam por si. De 01 a 19 de outubro de 2015, a loja havia vendido R$ 1 milhão. Neste mesmo período, as vendas até o momento somam R$ 560 mil.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions