ACOMPANHE-NOS    
DEZEMBRO, SEXTA  04    CAMPO GRANDE 26º

Educação e Tecnologia

Em MS, só 4,3% dos cursos de ensino superior atingem nota máxima do MEC

Com nota 4, UFMS e UFGD foram as que apresentaram o melhor resultado entre as instituições do Estado

Por Gabriel Neris | 12/12/2019 17:22
Movimentação de estudantes no campus da UFMS, em Campo Grande (Foto: Arquivo)
Movimentação de estudantes no campus da UFMS, em Campo Grande (Foto: Arquivo)

Somente cinco cursos de ensino superior de Mato Grosso do Sul avaliados pelo MEC (Ministério da Educação) atingiram a nota máxima no IGC (Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição) aplicada pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira). O número representa 4,3% dos 116 cursos de educação superior presencial e à distância.

Em uma escala de 1 a 5, apresentaram a maior nota os cursos de Direito da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), Comunicação Social – Publicidade e Propaganda das Faculdades Integradas de Três Lagoas, Comunicação Social – Publicidade e Propaganda da Unigran (Centro Universitário da Grande Dourados), Tecnologia em Gestão Pública da UCDB (Universidade Católica Dom Bosco) e Tecnologia em Processos Gerenciais da UFMS.

Com nota 4, a UFMS e a UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) foram as que apresentaram o melhor resultado entre as instituições de ensino superior do Estado em 2018, de acordo com o MEC (Ministério da Educação).

Os indicadores de qualidade da educação superior vão de uma escala de 1 a 5. Apresentaram nota 3 UCDB (Universidade Católica Dom Bosco), Uniderp, Uems (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul), Faculdade de Ponta Porã, Faculdade Estácio de Sá Campo Grande, Centro Universitário Anhanguera de Campo Grande, Faculdades Integradas de Ponta Porã e Iesf (Instituto de Ensino Superior da Funlec).

Também tiveram nota 3 Facsul (Faculdade de Mato Grosso do Sul), FCG (Faculdade de Campo Grande), Faculdade de Tecnologia Senai Campo Grande e IFMS (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul). A Fachasul (Faculdade de Administração de Chapadão do Sul) apresentou nota 2.

Tiveram nota mínima (1) às turmas de Ciências Contábeis da Faculdade Estácio de Sá de Campo Grande, das Faculdades Integradas de Cassilândia, e da Fachasul (Faculdade de Administração de Chapadão do Sul), de Administração da Fetac (Faculdade de Educação, Tecnologia e Administração de Caarapó), de Tecnologia em Logística da UCDB, de Tecnologia em Gestão de Recursos Humanos, também da UCDB, de Tecnologia em Gestão Financeira da UFMS, de Administração Pública da UFMS e da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados).

Entra no cálculo também o CPC (Conceito Preliminar de Curso), que é calculado com base na nota dos alunos no Enade (Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes), no IDD (Indicador de Diferença entre os Desempenhos Esperado e Observado), que mede o quanto o curso de graduação agregou ao desenvolvimento do estudante, e no perfil dos professores.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário