ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, SEGUNDA  22    CAMPO GRANDE 31º

Educação e Tecnologia

Mesmo diante do apelo de pais, Semed vai trocar professores de alunos autistas

Novos profissionais irão assumir cargos em escolas da rede municipal de ensino na próxima semana

Mylena Fraiha | 29/04/2023 13:32
Fachada da sede da Semed, em Campo Grande (Foto: Google)
Fachada da sede da Semed, em Campo Grande (Foto: Google)

Professores convocados para atender os alunos da educação especial vão iniciar atividades nas unidades escolares na próxima terça-feira (2). A decisão foi reforçada pela secretaria, mesmo com apelo de pais que pediram continuidade dos trabalhos dos atuais educadores, sem que seja feira uma troca. Os novos profissionais foram aprovados no último processo seletivo, ocorrido no final de 2022.

O Campo Grande News mostrou em reportagem que mães tentaram buscar apoio da Semed (Secretaria Municipal de Educação) para que professores de apoio aos estudantes autistas fossem mantidos, devido ao receio de que filhos regridam no aprendizado e apresentem crises de ansiedade e depressão. Entretanto, novos profissionais irão assumir os cargos e será feito um remanejamento.

Em resposta, a Semed explicou que para atender aos alunos da educação em 2023, foi necessária a realização de novo processo seletivo ao final de 2022, porém, o quantitativo de profissionais aprovados não atendeu a demanda de alunos.

A secretaria também informou que a prorrogação de 90 dias da convocação dos professores que atuaram em 2022 foi adotada para não prejudicar o andamento do ano letivo. “Nesse tempo, foi realizado novo processo, com a formação de banco de candidatos classificados e aptos a assumirem a função”, explica.

Processo seletivo - A Semed informou que a lotação de profissionais para atender os alunos da educação especial é realizada por meio de processo seletivo, com validade de um ano, com possibilidade de prorrogação. Entretanto, reforçou que os candidatos convocados iniciarão suas atividades nas unidades escolares.

“Ressaltamos que esses profissionais possuem pós-graduação em educação especial, e a lotação ocorre por meio da chamada que segue a classificação, podendo ser constatado e acompanhado pelo site da Semed”, anunciou a secretaria.

Nos siga no Google Notícias