ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, QUARTA  03    CAMPO GRANDE 18º

Educação e Tecnologia

Provas do Enem são adiadas por pelo menos 30 dias, anuncia governo

Ministério da Educação e Inep divulgaram nota conjunta anunciando a providência diante da situação de pandemia

Por Marta Ferreira | 20/05/2020 14:35
Prédio do Inep, que elabora o Enem. (Foto: Divulgação)
Prédio do Inep, que elabora o Enem. (Foto: Divulgação)

O MEC (Ministério da Educação) e o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) anunciaram nesta quarta-feira (20) o adiamento por prazo entre 30 e 60 dias das provas o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), que estavam marcadas para novembro.

No País, segundo divulgado, mais de 3 milhões de estudantes já haviam se inscrito, apesar das críticas à manutenção do exame em momento de pandemia.

"Atento às demandas da sociedade e às manifestações do Poder Legislativo em função do impacto da pandemia do coronavírus no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e o Ministério da Educação (MEC) decidiram pelo adiamento da aplicação dos exames nas versões impressa e digital", afirma o texto.

Depois é citado o prazo entre 30 e 60 dias.

As inscrições para o exame seguem abertas até as 23h59 desta sexta-feira, 22 de maio.

O comunicado diz, ainda, que o Inep fará enquete direcionada aos inscritos do Enem 2020, a ser realizada em junho, por meio da Página do Participante, sobre as novas datas. A consulta é sobre a nova data.

A medida adotada vem no mesmo dia em que a Câmara Federal estava prestes a votar projeto adianto o exame, em reação às pressões por causa da pandemia, que dificulta o processo de estudo para as provas.

O Enem é usado para definir quem fica com as vagas nas universidades públicas, em sua maioria expressiva. No ano