ACOMPANHE-NOS    
JULHO, QUINTA  29    CAMPO GRANDE 11º

Enquetes

A cada 10 famílias, 4 têm usuário de drogas ilícitas

41%% dos leitores que responderam enquete relatam ter algum familiar dependente de substâncias químicas

Por Guilherme Correia | 17/02/2021 07:37
Não apenas o consumo de maconha é proibido, como também o cultivo da mesma (Foto: Arquivo)
Não apenas o consumo de maconha é proibido, como também o cultivo da mesma (Foto: Arquivo)

Por lei, define-se "usuário" aquele que usa algum tipo de substância e cria uma dependência da mesma, ficando com a condição física e psicológica abalada pelo consumo constante da droga. Conforme resultado de enquete, 41% dos leitores dizem que têm um familiar dependente de entorpecentes ilícitos na família.

Sem mensurar os diversos perigos associados ao uso de narcóticos, como cânceres, problemas cardíacos ou até mesmo distúrbios mentais, diversos comentários no Campo Grande News fazem piada da situação: "Vixi, tem uns que usam drogas pesadas tipo, noticias do campo grande news", diz uma leitora.

Mesmo com esse índice expressivo, de 4 em cada 10 famílias ter um usuário de drogas ilícitas, quase nenhum comentário é relato sobre essa condição. Enquanto isso, outra leitora agradece por não ter de lidar com esse problema. "Graças a Deus, não. Rogo a Deus todos os dias para proteger minha família", comenta.

Ilícito ou lícito - Drogas são substâncias naturais ou sintéticas com capacidade de alterar o funcionamento do organismo. De acordo com a lei, são divididas em lícitas - permitidas legalmente - ou ilícitas - cuja comercialização é proibida.

Mesmo que prejudiciais à saúde, o álcool, cigarro, ou remédios ansiolíticos, por exemplo, são consentidos constitucionalmente. Já a maconha, cocaína ou crack - que têm efeitos diferentes uma das outras - não podem ser comercializadas ou consumidas.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário