ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, SEGUNDA  27    CAMPO GRANDE 18º

Enquetes

Maioria concorda com projeto que obriga restaurantes a servirem água de graça

Conforme resultado da enquete, três a cada quatro leitores aprovam esta proposta

Por Guilherme Correia | 17/05/2022 08:25
Vereador defende que consumidor deve escolher se paga ou não por água. (Foto: Marcos Santos/USP Imagens)
Vereador defende que consumidor deve escolher se paga ou não por água. (Foto: Marcos Santos/USP Imagens)

Cerca de três a cada quatro leitores que responderam enquete do Campo Grande News  concordam com projeto de lei obriga bares e restaurantes a servirem água sem custo aos clientes.

De autoria do vereador William Maskoud (PTB), o texto especifica que os locais terão 60 dias para se adequarem, sob justificativa que: "o fornecimento de água não é o foco principal de um restaurante, por isso, entende-se que seja um direito do consumidor escolher não pagar por um produto tão comum e necessário no dia a dia".

No entanto, nos comentários, muitos apontam argumentos contrários a proposta. A leitora Helen Tassiany Piesanti comenta que "não precisa ser de graça", mas cobra que "o preço não seja tão exorbitante". "Uma água de garrafinha custar R$ 9, acho extremamente abusivo."

Já a Simone Suellen de Moraes Silva acha que nem água de torneira deve ser gratuita, já que "comerciante também paga pelo consumo da água da rede".

Ao menos, os estados do Rio de Janeiro, Distrito Federal, Sergipe e São Paulo têm esta obrigação. Em Campo Grande, tramita na Câmara de Vereadores proposta para fazer com que esta prática seja obrigatória em estabelecimentos da Capital.

Projeto de lei prevê que bares e restaurantes sirvam água sem custo aos clientes. Você concorda?
Sim74%
Não26%
Nos siga no Google Notícias