A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

27/08/2009 21:53

Bonecos gigantes movimentarão Capital no fim de semana

Redação

Iniciado em 2004, o projeto Sesi Bonecos do Brasil chega a Campo Grande com espetáculos que pretendem movimentar o Parque das Nações no sábado e domingo, a partir das 16h30.

Idealizado por Lina Rosa Vieira, que também é curadora do projeto, o Sesi Bonecos do Brasil já realizou 500 apresentações artísticas, envolveu companhias de 22 Estados e 14 países, gerou cerca de 5 mil empregos diretos e reuniu uma plateia de mais de 1.350 mil pessoas.

Segundo Marcos Malafaia, diretor do grupo Giramundo, a originalidade do projeto moveu o teatro de bonecos brasileiro. "Seu atrevimento juvenil injetou ânimo nos bonecos, nos grupos e nos marionetistas. Com qualidade e pactuado com o público, girou as engrenagens enferrujadas colocando em ação lindos mecanismos", descreve.

Através do projeto, é possível o público ter acesso a diversas culturas brasileiras com a apresentação de espetáculos variados como: Babau, do grupo pernambucano Mão Molenga; Homem Voa?, do grupo mineiro Catibrum; Em Concerto, do grupo carioca Contadores de Estórias; Cadê o meu Herói?, do grupo paulista Sobrevento; Circo Animal, do grupo gaúcho Gente Falante; Manual de Barro (Sem Palavras), do grupo sul-mato-grossense Arte Riso Cia. de Animação, entre outros.

Em todos os espetáculos a presença de bonecos é imprescindível. Para isso, existe toda uma preparação com direito a muita criatividade, iluminação e manobra dos marionetistas.

No Parque das Nações a estrutura para a apresentação já está sendo preparada. São três palcos, para o público assistir, simultaneamente, os espetáculos.

Além da tenda dos Mestres Mamulengueiros com a confecção de mamulengos, o Circo Minimal com suas miniaturas de no máximo dez centímetros, cenografia interativa com bonecos manipuláveis de mais de três metros de altura, aberto ao público, desfile dos bonecos gigantes de Olinda e dragão formado por 40 pessoas acompanhados de orquestra de frevo, praça da alimentação e barraca de artesanato.

No cronograma desse ano, o projeto passou por Brasília, Palmas, Goiânia e depois de Campo Grande a meta é seguir para Cuiabá e Belo Horizonte. O evento é gratuito.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions