A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

17/12/2009 20:16

Câmara aprova Plano Municipal de Cultura da Capital

Redação

Foi aprovado por unanimidade, na sessão desta quinta-feira, na Câmara de Campo Grande, o projeto de lei 6.758/09 que institui o Plano Municipal de Cultura. Em emendas os vereadores acrescentaram a Marcha para Jesus e a Festa de Santo Antonio como patrimônios culturais da cidade.

Conforme os vereadores, a aprovação representa uma vitória tanto para os artistas, quanto para toda a população.

O plano foi elaborado pela sociedade campo-grandense, unindo artistas de diferentes áreas, produtores culturais e pesquisadores. As discussões levaram a elaboração do documento, com diretrizes para o setor cultural nos próximos dez anos.

Para Athayde Nery, diretor presidente da Fundac (Fundação Municipal de Cultura), o plano trabalha em três dimensões: simbólica, cidadã e econômica.

Na dimensão simbólica será identificadas as influências do povo, na questão cidadã as ações serão voltadas à formação e informação de uma sociedade que faça cultura e na relação econômica, além de ser importante que o artista seja bem pago, são necessários projetos que garantam recursos para a área cultural.

Com a aprovação, as mudanças atingirão as mais diversas classes artísticas. Um dos planos é a criação de câmaras setoriais de diferentes movimentos que servirão também para a discussão do que deve ser feito para que cada uma dessas áreas evolua em Campo Grande.

O presidente da Lienca (Liga das Escolas de Samba e Entidades Carnavalescas de Campo Grande), Eduardo de Souza Neto, acredita que a aprovação representa um avanço, principalmente para as escolas de samba.

Durante a sessão, que teve mais 12 projetos em votação e terminou após as 14h, houve apresentações culturais de um grupo de capoeira e de parte da bateria da Escola de Samba da Vila Carvalho.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions