A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 30 de Março de 2017

15/05/2015 22:20

Semana pra Dança começa amanhã com nove dias de espetáculos e debates

Lúcio Borges
Semana pra Dança começa amanhã com nove dias de espetáculos e debates

A partir deste sábado (16), até 24 de maio, acontece em Campo Grande a 9ª Semana pra Dança, com coreografias e espetáculos gratuitos ao público e com foco na discussão das políticas culturais para a dança e sua gestão. O fim de semana começa no movimento da dança, com a abertura da mostra que apresentará, em nove dias de evento, espetáculos dos mais variados estilos musicais de grupos da Capital e interior. Em seu nono ano, a Semana pra Dança é um recorte do que é produzido no Estado, com coreografias nas diversas linguagens da dança.

A programação foi construída em parceria com a Câmara Setorial de Dança da Capital e com os apoios da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) e UFMS (Universidade Federal de MS) na produção dos registros fotográficos e levantamentos estatísticos, fortalecendo o diálogo com as instituições e a sociedade. A abertura oficial acontece às 20 horas no Teatro Aracy Balabanian com a Mostra de Dança com a Cia Arara Azul, Ballet Isadora Duncan, Cinese Cia de Dança, Grupo Pulse Dance, Kairos, Movimento Espaço de Danças (“Grupo Armazém 67” e “Grupo Conexão Urbana”), todos de Campo Grande; Oficina de Dança da Fundação de Cultgura de Corumbá; Studio Blanche Torres, de Dourados e Studio de Dança Mayara Martins, de Aquidauana.

As apresentações serão acompanhadas pela crítica Sandra Meyer (SC) – professora do Curso de Artes Cênicas da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), dançarina, coreógrafa, e professora de dança moderna e contemporânea, que participará de bate-papos após os espetáculos, com o objetivo de pensar e refletir a dança em Mato Grosso do Sul.

Para Marcos Mattos, diretor de um dos espetáculos, a Semana Pra Dança é uma iniciativa que auxilia a fomentar a produção local e a ter formação de público para a dança. “Fico feliz com a perspectiva nova com relação à área da dança, pois estamos afinando com o que acontece no País, pois há o Plano é nacional. A dança está avançando muito na área de políticas públicas. E eventos como esse valoriza o que fazemos no Estado e aumenta o público para nossa área”, disse.

Antecipando os espetáculos de abertura à noite, a Semana começa amanhã, com debates sobre o Plano Setorial de Dança, no Centro Cultural José Octávio Guizzo, a partir das 14 horas. Os debatedores Simone Zárate e André Fonseca, de São Paulo, coordenarão escutas públicas com a área da dança de Mato Grosso do Sul para a elaboração do Plano Setorial Estadual de Dança, com propostas de ações necessárias para alcançar o cenário desejado.

Programação - Na segunda-feira, dia 18, André Fonseca (SP) coordena a Oficina Gestão Cultural, que abordará a gestão no contexto da dança, no Museu da Imagem e do Som (MIS), das 9 às 12 horas e das 14 às 17 horas. Às 18 horas, na Praça Ary Coelho, será apresentado o espetáculo “Matilha”, do Grupo Expressão de Rua, de Campo Grande.

Veja programação completa, sinopses dos espetáculos e endereços aqui: http://www.fundacaodecultura.ms.gov.br/ 

Espetáculo do RJ encerra

O encerramento da Semana é com o espetáculo “Bota Abaixo”, da Cia de Dança de Salão do Centro Cultural Carioca, do Rio de Janeiro. Isnard Manso, diretor do espetáculo, diz que ficou muito feliz com o convite, como o único representante de um grupo fora do Estado para a Semana pra Dança. “Pretendemos celebrar a vida através da dança. O samba é a mais importante expressão da identidade do povo do Rio de Janeiro. Esta manifestação foi muito perseguida há 100 anos atrás, assim como outras manifestações culturais populares, como a capoeira, mas hoje a área da dança melhorou muito. Precisamos trazer temas ao alcance de todos. Como artistas, devemos abrir uma nova dimensão para impactar a sociedade”, apontou.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions