A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

10/10/2014 13:19

Brasil e Argentina disputam neste sábado taça do Superclássico das Américas

Michel Faustino
Seleção Brasileira fez ultimo treino nesta sexta-feira no Ninho do Pássaro antes do jogo.
(Foto: Rafael Ribeiro / CBF)Seleção Brasileira fez ultimo treino nesta sexta-feira no Ninho do Pássaro antes do jogo. (Foto: Rafael Ribeiro / CBF)

A bola vai rolar na manhã deste sábado (11) entre Brasil e Argentina, que se enfrentam pela disputa da taça do Superclássico das Américas no Estádio Ninho do Pássaro, em Pequim, a partir de 8h05, horário de Mato Grosso do Sul.

A seleção brasileira vem de duas vitórias por 1 x 0 nos últimos amistosos, contra a Colômbia e o Equador, com gols de Neymar e Willian, respectivamente. O desafio agora é enfrentar a bicampeã mundial Argentina.

O técnico Dunga treinou com alguns desfalques no treino e, portanto, ainda não definiu a escalação oficial do time. Por outro lado, a equipe canarinho comemorou a volta do goleiro Jefferson, recuperado de uma luxação no dedo mínimo. O Brasil ainda volta a campo na terça, dia 14, em um amistoso contra o Japão, em Cingapura.

Sob o comando de Tata Martino, substituto de Alejandro Sabella, a seleção argentina estreou em amistosos após a Copa do Mundo com uma categórica vitória por 4 a 2 sobre a Alemanha, em uma reedição da final do Mundial. Dos 19 convocados para a partida contra o Brasil, 12 estiveram na Copa, incluindo Messi, quatro vezes eleito pela FIFA o Melhor Jogador do Mundo.

A Seleção Brasileira treinou pela ultima vez antes do jogo nesta sexta-feira no Estádio Ninho do Pássaro, local do jogo de amanhã contra a Argentina, válido pelo Superclássico das Américas.

O técnico Dunga comandou uma atividade com exercícios de bola parada, que constaram de lances ofensivos e defensivos, em que repetiu a formação que participou dos treinamentos até agora em Pequim: Jefferson, Danilo, Miranda, David Luiz, Filipe Luís; Luiz Gustavo, Elias, Oscar; Willian, Diego Tardelli e Neymar.

O time adversário, com a apresentação de Rômulo, treinou completo: Mário Fernandes, Juan, Gil, Dodô; Rômulo, Souza, Philippe Coutinho, Everton Ribeiro, Kaká, Robinho.Os goleiros Marcelo Grohe e Rafael Cabral, no treinamento de bola parada, se exercitaram com o preparador Taffarel.

Ao final, depois do treino de dois toques, os jogadores se exercitaram na cobrança de pênaltis.

Superclássico das Américas - Após 35 anos sem ser disputado, o Superclássico das Américas, anteriormente chamado de Copa Rocca, voltou à ativa em 2011. Com o novo formato, no qual apenas jogadores que atuavam no Brasil e na Argentina em campo, o duelo retomou a rivalidade entre as duas equipes. E já de cara, a Seleção Brasileira ratificou a hegemonia no confronto.

Na primeira partida, disputada em Córdoba, na Argentina, nada de gols. Um 0 a 0 no placar que não correspondeu ao que foi o jogo, que contou com boas chances de gol para os dois lados e muita rivalidade.
Já no segundo confronto, desta vez no Mangueirão, em Belém, Lucas e Neymar foram os responsáveis por balançar as redes para o Brasil e garantir o título do Superclássico das Américas de 2011.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions