A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

28/05/2013 16:03

Águia Negra sonha com 4 pontos nos dois primeiros jogos da Série D

Equipe estreia no domingo (2), às 17h30 (de MS) contra o Goianésia, em Goiás

Helton Verão
Técnico Maehler dá instruções para a estrela da equipe, o meia-atacante Rosembrick (Foto: Gazeta MS)Técnico Maehler dá instruções para a "estrela" da equipe, o meia-atacante Rosembrick (Foto: Gazeta MS)

Um empate e uma vitória. Esses são os resultados sonhados pela a equipe do Águia Negra para os dois primeiros jogos do Campeonato Brasileiro da Série D, antes da pausa para a Copa das Confederações do Brasil. O clube inicia sua caminhada neste domingo (2) contra o Goianésia, às 17h30 (horário de MS), no interior de Goiás.

O treinador Edson Maehler admite a falta de entrosamento da equipe para as duas partidas, mas aposta na raça e vontade de cada jogador para chegar à meta dos quatro pontos e quem sabe até os seis. “Vamos tentar fazer quatro pontos, se conseguirmos estaremos plenamente satisfeitos. Se conseguisse os seis então seria o máximo. A briga é muito igual, as equipes formadas no Estadual têm uma leve vantagem”, ressalta o técnico.

A aposta é de que com a pausa da Copa das Confederações, a equipe se entrose e possa render mais nos seis jogos restantes. “Os dois primeiros jogos vão ser na raça, precisamos do algo mais de cada jogador, porque o coletivo vai ter dificuldade”, prevê Maehler.

Além do próprio técnico que chegou para o Brasileiro, a torcida rubro-negra encontrará uma equipe completamente remodelada em relação a base mantida nas últimas duas temporadas. Atualmente 28 atletas fazem parte do grupo.

Apenas o goleiro Cícero, o lateral Wilian, os volantes Roberto e Gilmar, o meia Cí e o meia-atacante Guilherme continuam no clube, além de outros jogadores das categorias de base que seguem sendo avaliados.

Para a disputa da competição, o rubro-negro de Rio Brilhante aposta em uma base repleta de atletas que disputaram o Campeonato Paranaense. O lateral Neto, o zagueiro Yago e o atacante Vitor vieram do Paraná Clube.

Outros “paranaenses” que fazem parte do grupo são o goleiro Felipe, ex-Arapongas, o lateral Leandro César, que defendeu o Paranavaí. Do Operário Paranense, vieram o zagueiro Marquinhos, o volante Wilian, o meio-campo Gustavinho e o atacante Valdir.

Na zaga foi contratado também o zagueiro são Cleber Goiano, ex-Crac. No meio Abmael, que veio do Real Noroeste-ES e o meia Ramón, ex-Avaí de Santa Catarina. 

 

Rosembrick em 2006, nos tempos de Palmeiras Rosembrick em 2006, nos tempos de Palmeiras

Mais a frente está o nome mais famoso e experiente da equipe, o meia-atacante Rosembrick, que defendeu diversos clubes como o Palmeiras, Santa Cruz-PE e São Caetano-SP. O meia de 34 anos já treina com o grupo e nos seus primeiros toques já mostrou uma classe diferenciada e pode ser o protagonista do Águia no Brasileirão.

Segundo o treinador, ele avalia a contratação de mais um volante/meia e um centroavante. A direção do clube tem um acordo com a direção do Paraná Clube e mais atletas podem pintar.

Para a estreia, o grupo treina em dois períodos até quinta-feira e na sexta pela manhã. A delegação embarca em voo para Goiás na madrugada de sábado. Depois ainda encaram mais 170 quilômetros de ônibus, até o município de Goianésia.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions