A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Outubro de 2019

28/04/2019 08:30

Aos 7 anos, Awara vence torneio nacional de xadrez e representará MS no Equador

Família de enxadrista de Campo Grande agora busca ajuda para que possa viajar e competir em Guaiaquil.

Gabriel Neris
Awara concentrada em partida de xadrez (Foto: Arquivo pessoal)Awara concentrada em partida de xadrez (Foto: Arquivo pessoal)

A pequena Awara Baganha Monteiro terá a oportunidade de representar Mato Grosso do Sul no Pan-Americano de Xadrez em julho, em Guaiaquil, no Equador. Aos 7 anos, a campo-grandense conquistou a vaga ao ficar em 3º lugar no Festival Nacional da Criança, em Florianópolis.

Além da competição no Equador, a estudante do 3º ano do colégio Paulo Freire também poderá representar o Estado e o Brasil no Mundial de Weifang, na China, marcado para agosto, e no Sul-Americano de Buenos Aires, em dezembro.

Mas devido ao custo financeiro de todas essas competições, a família busca ajuda primeiramente para o Pan-Americano. O pai, Marcelo Monteiro, de 38 anos, faz campanha para arrecadar fundos e garantir a participação na filha na competição. Para isso, busca apoio e abriu uma vaquinha online. “Se conseguirmos seria ótimo”, diz.

Segundo ele, a estimativa é arrecadar R$ 12 mil para arcar com hospedagem e passagem da menina, dos pais e também do técnico, além da inscrição de Awara. Alimentação e outros gastos, como locomoção dentro do país, ficaram de fora.

Awara segura troféu de torneio nacional (Foto: Arquivo pessoal)Awara segura troféu de torneio nacional (Foto: Arquivo pessoal)

O treinador, segundo o pai, também vai para ajudá-la em cada uma das nove rodadas previstas. “A cada rodada será um competidor diferente. O treinador prepara de um jeito diferente para cada partida”, explica.

Awara treina cerca de duas horas por dia durante seis vezes na semana. O pai acredita que o esforço em levar a estudante do 3º ano é uma recompensa pelo esforço dela. “Ela treina todo dia, tenamos recompensar o esforço dela. Está relando para chegar lá”.

O interesse pela modalidade surgiu no ano passado durante atividade escolar. O desempenho chamou a atenção dos professores, levando a menina ao Campeonato Estadual. No ano passado, de 6 etapas realizadas, venceu 4 e ficou em segundo lugar nas outras duas.

Sua primeira competição fora do Estado foi o Sul-Americano, em Foz do Iguaçu (PR), terminando em 5º lugar. “Tudo era novidade”.

Serviço

Interessados em ajudar a revelação do xadrez podem entrar em contato com o pai, através do número (67) 99983-5889 ou contribuir diretamente na vaquinha online clicando aqui.



Muito Obrigado a todos que compartilharam ou que ajudaram com a causa!! Estamos em busca da arrecadação!!

Juntos vamos conseguir leva-la ao Pan!!
 
Marcelo Monteiro em 12/05/2019 23:22:39
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions