A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

21/07/2014 16:02

Apesar da maioria reprovar, há gente que acredita em Dunga na seleção

Helton Verão
João comenta acreditando em boato, e quando avisado que está praticamente certo o retorno ao comando, se assusta (Foto: Marcelo Victor)João comenta acreditando em boato, e quando avisado que está praticamente certo o retorno ao comando, se assusta (Foto: Marcelo Victor)
Fausto vê Dunga como o bonequinho da CBF e convoca como ela quer  (Foto: Marcelo Victor)Fausto vê Dunga como o "bonequinho" da CBF e convoca como ela quer (Foto: Marcelo Victor)
Belarmino crê que a mudança ocorra para pior  (Foto: Marcelo Victor)Belarmino crê que a mudança ocorra para pior (Foto: Marcelo Victor)
Mário pede para acabar com as escolhas de gaúchos para o comando e sugere Zico  (Foto: Marcelo Victor)Mário pede para acabar com as escolhas de gaúchos para o comando e sugere Zico (Foto: Marcelo Victor)

Com a confirmação de Dunga como novo treinador da seleção brasileira começaram os pitacos e criticas sobre a escolha, em razão do campeão mundial ter fracassado em sua primeira oportunidade, terminada em 2010 e também por ter pouca experiência como treinador. Mas ainda existem torcedores na Capital que apostam em um ciclo vitorioso do novo/velho comandante.

A maioria dos entrevistados não aprovou o retorno, que foi afirmado primeiramente pela rádio Joven Pan. Além de citar Muricy Ramalho e Adenor Tite como melhores qualificados para o cargo. “Não gostei, vai piorar a situação, pois ele já mostrou que não ter condições de bons resultados. Muricy e Tite tem um currículo melhor que o dele, alias ele não tem quase nada no seu histórico de treinador”, ressalta o vendedor ambulante João Correa, 81 anos.

O promotor de vendas Fausto Júnior, 28 anos, trata Dunga como um profissional sem personalidade e que a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) quem escolhe os jogadores da seleção. “O Dunga não vai mandar em nada, a CBF quem escolhe os atletas e ele é apenas uma bonequinha que finge ser treinador. Muricy Ramalho seria um bom nome. A CBF quis mostrar que iria colocar alguém com autoridade no cargo, afinal o Felipão desse ano não era o mesmo de 2002”, resume e compara Júnior.

O idoso Belarmino Pereira, 70 anos, segue a linha de raciocínio dos demais torcedores. “Não tem currículo, não vai mudar, que dizer se mudar será para pior”, lamenta o vendedor.

O garçom Mário Luiz, pede para que a CBF pare de querer sempre gaúchos para o cargo de técnico e pede Zico. “Chega de gaúchos. Zico poderia ser o cara, já treinou várias seleções pequenas e foi muito bem. Agora Dunga terá que ceder por Neymar, mas não se apoiar somente na estrela do camisa 10. Afinal uma andorinha só não faz verão”, avisa o homem de 51 anos.

Vladimir não acha ruim a escolha e crê que a passagem anterior terminou com uma pitada de azar  (Foto: Marcelo Victor)Vladimir não acha ruim a escolha e crê que a passagem anterior terminou com uma pitada de azar (Foto: Marcelo Victor)
Diego lembra dos tempos de jogador de Dunga e que ele é mais estrategista que Felipão  (Foto: Marcelo Victor)Diego lembra dos tempos de jogador de Dunga e que ele é mais estrategista que Felipão (Foto: Marcelo Victor)

Quem aceita – Apesar da iminente rejeição, existe torcedores que gostam de Dunga no comando. Entre os entrevistados, a autoridade do gaúcho pode ajudar na renovação do grupo. “A experiência e liderança dele do tempo de jogador será importante. Muito além da disciplina e da renovação, a parte da estratégia fará a diferença. Temos o exemplo da Alemanha nesta Copa”, comenta o estudante Diego Lani, 21 anos.

O promotor de vendas Vladimir Cordeiro, 29 anos, estava junto com Fausto, e não segue o mesmo raciocínio do amigo. “Gosto da ideia, a derrota de 2010 foi consequência de um jogo especifico em que deu azar. Sei que falavam muito do Tite, eu preferia o Muricy. Mas o agora o Dunga terá que renovar algumas posições, pelo menos em cada setor da equipe”, avalia Cordeiro.

Quase unanimidade entre os entrevistados, para eles o retorno de Kaká deverá acontecer agora que Dunga voltou. “O Kaká ganha sobrevida agora com o retorno dele”, completa Diego Lani.

Em comparação com o antecessor Felipão, Dunga dirigiu a equipe no dobro de partidas, 58 contra 29, e obteve aproveitamento superior. Em pouco menos de dois anos, o aproveitamento de Felipão foi 72,44%, enquanto Dunga conseguiu 75,86%.

A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) confirmou que irá anunciar o novo técnico da Seleção Brasileira na terça-feira (22), às 10 horas (de MS). O presidente da CBF José Maria Marin apresentará o novo técnico da Seleção Brasileira em entrevista coletiva na sede da entidade, na Barra da Tijuca.



Depois da Copa do Mundo 2002 o Futebol Brasileiro parou no tempo. essa eliminatória não vai esta fácil não para o Brasil. Se não tiver uma reforma no futebol brasileiro vai ser difícil o brasil ganhar o hexa.
 
Marcus Vinicius Romero Nobre Leal em 21/07/2014 23:02:46
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions