A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

08/12/2013 19:41

Após briga, Atlético goleia e afunda Vasco em seu 2º rebaixamento em cinco anos

Helton Verão
Briga ofuscou goleada e mancha o fim do campeonato
(Foto: Geraldo Bubniak / Fotoarena/Estadão)Briga ofuscou goleada e mancha o fim do campeonato (Foto: Geraldo Bubniak / Fotoarena/Estadão)

Cinco anos e um dia depois, o Vasco está rebaixado novamente ao Campeonato Brasileiro da Série B. Em um dos capítulos mais lamentáveis dos últimos anos no futebol brasileiro, a partida entre Atlético Paranaense e Vasco da Gama, válida pela última rodada do Campeonato Brasileiro de 2013, na Arena Joinville, foi tragicamente marcada pela violência. Os 5 a 1 do clube paranaense, que garantiu a vaga na Copa Libertadores da América, mais por suas cenas de selvageria do que por sua importância para a competição.

O Furacão vencia por 1 a 0 dentro das quatro linhas, quando grupos dos dois times entraram em conflito nas arquibancadas aos 17min da etapa inicial. Três torcedores foram levados ao Hospital São José, sendo que um helicóptero precisou ser acionado para levar um ferido.

Depois de cerca de uma hora e dez minutos, a arbitragem decidiu por retomar o jogo.

Torcedores de dois lados correram pelo espaço vazio que havia entre os dois setores e começaram a trocar agressões. Um atleticano caiu desacordado e foi duramente espancado por rivais. Diante da violência nas arquibancadas, o árbitro Ricardo Marques Ribeiro optou por interromper o jogo quando o placar indicava 1 a 0 a favor dos paranaenses - gol marcado por Paulo Baier em cobrança de falta em que quase houve desvio de Manoel.

Não havia policiais dentro da Arena Joinville no momento em que a briga teve início. Somente após alguns minutos que forças de segurança agiram e separaram os torcedores com tiros de borracha.

Os três torcedores feridos foram levados a um hospital próximo, estão em estado grave, mas não correm risco de morte.

Após mais de uma hora de paralisação e muita pressão, a bola voltou a rolar. Ainda no primeiro tempo, Edmílson, no susto, empatou para o Vasco aos 40 minutos. Quatro minutos depois, Ederson fez seu 19º gol no Brasileirão.

Depois do intervalo, Paulo Baier, que participou de três gols, lançou Ederson, com calma para servir Marcelo, que dominou e com categoria chutou para fazer o terceiro, aos 18 minutos. Aos 36 e aos 40, Ederson fechou a contagem, garantindo a terceira colocação, com 64 pontos e o 20º gol na artilharia.



Ola meu nome e william hoje estava no qrto meu filho assistindo o jogo vasco e atletico-Pr olha adoro futebol mas hoje vi a pior imagem do futebl q ja vi na minha vida meu filho chorou pois ficou asustado com cenas de seuvageria deveriam ser banidos torcidas organizadas...lamentavel
 
wiliam duarte em 08/12/2013 22:26:33
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions