A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

06/09/2011 21:32

Brasil passa fácil por Panamá pelo Pré-Olímpico de Basquete

Vinícius Squinelo

Em uma partida pouco emocionante e tranquila a partir do segundo quarto, o Brasil derrotou o Panamá por 90 a 65, nesta terça-feira, na segunda rodada da segunda fase do Pré-Olímpico de Basquete, disputado no Estádio Polideportivo Islas Malvinas, em Mar del Plata (Argentina).

O resultado já classifica os brasileiros para as semifinais do torneio, mas o maior desafio da fase de grupos ainda está por vir. Nesta quarta, a Seleção Brasileira enfrentará a anfitriã Argentina, grande time do torneio e invicta até aqui, às 18h (de Brasília). Já os panamenhos medirão forças com a Venezuela, às 14h.

O Brasil entrou em quadra com várias novidades em relação ao time habitualmente escalado por Rubén Magnano. O quinteto inicial com Huertas, Benite, Marcus Vinicius, Splitter e Rafael Hettsheimer premiou jogadores que entraram bem no decorrer da vitória contra o Uruguai, no dia anterior. Já o Panamá começou o jogo com Warren, Pinnock, Forbes, Lloreda e Ruben Garces.

Bem posicionados, os panamenhos começaram a partida melhor. Enquanto os brasileiros tinham dificuldade para articular jogadas de ataque, o adversário tirava proveito da sequência de erros e chegou a abrir 11 a 4 na metade do primeiro quarto, forçando Magnano a pedir tempo.

Bastou um pouco de organização, no entanto, e o Brasil equilibrou a partida, começando a impôr o ritmo de jogo. Uma cesta de três pontos de Benite, quando o placar ainda estava empatado, pareceu dar a confiança necessária ao time, que venceu o primeiro quarto por 20 a 13.

Mais vibrantes em quadra, os brasileiros seguiram mostrando superioridade no segundo quarto. Rafael Luz, que entrou no período, acertou uma cesta de três pontos com o relógio quase zerado e completou uma bonita jogada de "ponta aérea" iniciada com passe de Marcelinho Huertas. A Seleção jogava bem, mas o mau aproveitamento em arremessos de lances livres impedia que a vantagem fosse maior. O segundo quarto terminou com placar de 44 a 28.

Apesar da vantagem confortável, o Brasil não se acomodou e disparou no marcador com um ritmo intenso no terceiro quarto. Caio Torres entrou e repetiu a boa atuação que teve contra o Uruguai. Sem sustos, os brasileiros foram para o último quarto vencendo por 70 a 46.

Com a vitória assegurada, a grande atração do último quarto foi a entrada de Nezinho, único atleta do Brasil que ainda não pontuou no torneio. O jogador, porém, não atendeu às expectativas e segue em branco no Pré-Olímpico. Pelo lado panamenho, o camisa 9 Forbes se machucou em um esocrregão e deixou a quadra mancando. (com informações do Portal Terra)



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions