A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

07/09/2011 19:52

Brasil surpreende e quebra "maldição" contra Argentina no Pré-Olímpico de BasqueteTítulo

Vinícius Squinelo

Com grande atuação de Rafael Hettsheimer, o Brasil se superou e venceu a anfitriã Argentina por 73 a 71, na penúltima partida da segunda fase do Pré-Olímpico das Américas, disputado em Mar del Plata. Após abrirem 10 pontos no terceiro quarto, os brasileiros viram o adversário encostar no placar no final do jogo, mas, com muita raça, conseguiram assegurar a importante vitória.

O resultado encerrou a "maldição" brasileira de perder para os vizinhos sul-americanos em importantes torneios nos últimos anos. Desde 1996, na última vez que se classificou para a Olimpíada, o Brasil foi derrotado pela Argentina nas disputas de Pré-Olímpico de 1999 (79x77), 2003 (76x74) e 2007 (80x91), além dos Mundiais de 1998 (76x86), 2002 (67x78) e 2010 (89x93).

Na quinta-feira, a Argentina joga com a República Dominicana, às 18h (de Brasília). Já o Brasil mede forças com Porto Rico, às 20h30, com transmissão do Terra via Esporte Interativo.

Exatamente um ano após ser eliminada pelos argentinos no Mundial de Basquete da Turquia, a Seleção Brasileira voltou a ter o rival pela frente em um dia 7 de setembro. Nesta quarta-feira, o time de Ruben Magnano entrou em quadra já classificado para as semifinais do Pré-Olímpico das Américas, da mesma forma que o rival, buscando uma vitória contra os anfitriões para ganhar confiança na busca pela vaga olímpica.

Curiosamente, Magnano, que é argentino e conquistou a medalha de ouro olímpica com a seleção do país nos Jogos de Atenas, em 2004, foi mais ovacionado pela torcida presente no Estadio Polideportivo Islas Malvinas, em Mar del Plata, do que o treinador Julio Lamas, do time local.

Logo na saída da bola, com 5s de jogo, Nocioni se contundiu ao disputar no alto com Tiago Splitter e cair de mau jeito. O jogador torceu o tornozelo direito e teve que deixar a quadra.

A Argentina pareceu abalada com o desfalque de um dos principais atletas e deu muito espaço para o Brasil, que aproveitou para vencer o primeiro quarto, muito corrido, por 19 a 17.

Os brasileiros voltaram melhor também no início da segunda parcial. O grande astro Luis Scola, que converteu 37 pontos no jogo contra o Brasil há um ano, desperdiçou duas cobranças de lances livres e levou um toco de Rafael Hettsheimer. Faltou, porém, frieza aos brasileiros para construir uma boa vantagem enquanto foram superiores. Com uma boa sequência de pontos, os donos da casa assumiram a ponta no placar e terminaram o primeiro tempo vencendo por um apertado 28 a 27.

Bem no jogo, Hettsheimer colocou o Brasil na frente logo no início do segundo tempo: 29 a 28. Determinada, a Seleção Brasileira chegou a abrir uma vantagem de dez pontos, com 44 a 34, e calou a torcida em Mar del Plata. Manu Ginóbili, companheiro de Tiago Splitters no San Antonio Spurs caiu na quadra após trombar na marcação brasileira, mas se levantou rapidamente.

Mas os argentinos se recuperaram e, com um grande aproveitamento nos arremessos de três, encostaram no placar e foram para o último quarto perdendo por 53 a 47.

O final da partida foi de muita tensão, como era esperado. Com muita raça, os brasileiros seguraram a vantagem até a metade do último quarto. A dois minutos do final, a polêmica arbitragem, que desagradava aos dois times, tirou Luis Scola de quadra por exceder o limite de faltas, e o Brasil saiu de quadra vitorioso. (com informações do Portal Terra)

MS volta de Seletiva Sub-18 em RS com 3 medalhas de ouro e uma de prata
Os judocas de Mato Grosso do Sul que foram para Porto Alegre (RS) disputar a Seletiva Nacional Sub-18, competição que vale para o ranking de 2018, vo...
Sul-mato-grossenses conquistam medalhas no Brasileiro e Torneio Open
Dois nadadores sul-mato-grossenses conquistaram várias medalhas no Campeonato Brasileiro Senior de Natação e do Torneio Open CBDA - Correios, disputa...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions