ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SÁBADO  18    CAMPO GRANDE 35º

Esportes

Brasil sai atrás no placar, vira o jogo, mas cede empate para a Holanda

Além das meninas do futebol, vôlei masculino ganhou da Tunísia por 3 sets a 0 na madrugada

Por Nyelder Rodrigues | 24/07/2021 09:05
Atletas do Brasil comemoram um dos três gols marcados hoje no segundo duelo olímpico (Foto: Sam Robles/CBF)
Atletas do Brasil comemoram um dos três gols marcados hoje no segundo duelo olímpico (Foto: Sam Robles/CBF)

O Brasil saiu atrás no placar, conseguiu virar o jogo e depois cedeu o empate e ficou no 3 a 3 com as atuais vice-campeãs mundiais no segundo duelo do futebol feminino nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 - realizada em 2021 por causa da pandemia de covid-19. Ambos os times são favoritos ao ouro.

Embaladas pela craque Marta e com Bruna Benites escalada pela treinadora Pia Sundhage como lateral, o Brasil entrou em campo sabendo da dura missão que tinha pela frente. Apesar disso, com apenas dois minutos de bola rolando sofreu o primeiro gol.

No primeiro ataque da Holanda, Vivianne Miedema recebeu sem marcação na entrada da área, girou em frente de Érika e chutou de esquerda, no canto esquerdo de Bárbara, para abri o placar da partida e colocar as holandesas em vantagem.

O Brasil correu atrás do prejuízo e até pênalti anulado teve, conseguindo o empate apenas aos 15 minutos, com Debinha após pegar rebote de jogada toda dela na entrada da área. A virada veio na etapa final, mas antes a Holanda ampliou aos 13 novamente com Miedema, enquanto Marta novamente empatou aos 18.

Com 22 minutos de partida na etapa final, Ludmila recebeu um presentão da defensora holandesa, que errou o recuo de bola para a goleira e acabou deixando a vida da brasileira mais fácil para marcar o terceiro tento brasileiro. Porém, aos 33 minutos a Holanda empatou e deu números finais, com Dominique Janssen.

A próxima partida do Brasil no futebol feminino olímpico acontece na terça-feira (27), a partir das 6h30 (horário de MS). O jogo é o último do grupo, que conta com quatro equipes. Ao todo, são 12 times na disputa, que entra nas quartas de final na próxima fase e segue em formato mata-mata até a final.

Brasil, encabeçado pelo levantador Bruninho, camisa 1, busca o segundo ouro seguido (Foto: Divulgação/FIVB)
Brasil, encabeçado pelo levantador Bruninho, camisa 1, busca o segundo ouro seguido (Foto: Divulgação/FIVB)

Vôlei na madrugada - Já nessa madrugada de sábado (24), o vôlei masculino brasileiro estreou em Tóquio com vitória por 3 sets a 0 sobre a Tunísia. Apesar do placar, a partida começou difícil, com a seleção atrás dos africanos.

Os atuais campeões olímpicos ganharam o primeiro set por 25 a 22, osegundo por 25 a 20 e terceiro, o mais fácil deles, por 25 a 15. O oposto Wallace foi o maior pontuador do Brasil, com 13 acertos. O ponteiro Douglas, que entrou ao longo do jogo, também se destacou na pontuação, com 10 pontos.

O próximo desafio da seleção brasileira masculina será na segunda-feira (26), às 8h45 (horário de MS), contra um conhecido adversário, a Argentina, que evoluiu muito recentemente e conta com o técnico Marcelo Mendez, o assistente Horacio Dileo, e o ponteiro Facundo Conte – todos estavam na Superliga na temporada passada.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário