A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

22/07/2015 16:00

Campeonato de Motovelocidade chega a metade da temporada em Campo Grande

Paulo Nonato de Souza
Os pilotos paulistas Diego Pretel e Ricardo Levy apostam na recuperação na etapa de domingo em Campo Grande (Foto: Divulgação)Os pilotos paulistas Diego Pretel e Ricardo Levy apostam na recuperação na etapa de domingo em Campo Grande (Foto: Divulgação)

Com a disputa do GP Campo Grande, no próximo domingo, a temporada 2015 de Moto 1000 chega a metade do calendário. Será a quarta das oito etapas programadas e servirá de referência para apontar os pilotos que vão disputar os títulos das seis categorias que compõem o Campeonato Brasileiro de Motovelocidade.

Três categorias são de interesse direto dos pilotos que utilizam motocicletas Ducati Panigale 1199, que é o caso dos paulistas Diego Pretel e Ricardo Levy. Os dois defendem a equipe Ducati-DRT e trabalham para voltar ao pódio no Autódromo de Campo Grande.

Pretel abriu a temporada como líder da classe Evo na categoria GP 1000, depois de vencer o GP Petrobras em Curitiba. O abandono na corrida seguinte, em Cascavel, o fez cair para o terceiro lugar na pontuação. No GP Michelin, em Goiânia, ele foi o segundo e recuperou-se, alcançando a vice-liderança. Na classificação geral da GP 1000, série principal do Moto 1000 GP, ele aparece em 11º lugar.

Já Levy iniciou a temporada no pódio em Curitiba, com o terceiro lugar na etapa da GP Light, repetindo seu melhor resultado na competição, confirmado em 2014 na etapa de Interlagos. Em Cascavel, conquistou a pole position e era vice-líder da corrida quando sofreu uma queda e teve de abandonar. Na etapa goiana, foi sexto colocado na corrida, mesma posição que ocupa na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade.

“Nós sabíamos que não seria um ano fácil. Além do nível estar muito forte em todas as categorias, o nosso vilão tem sido a adaptação aos pneus da Michelin. Temos uma desvantagem nesse ponto em relação às outras equipes, que estão no Campeonato Brasileiro há mais tempo”, diz Pretel, lembrando que a Ducati-DRT chegou este ano ao Moto 1000 GP. “Ainda estamos aprendendo a acertar a moto para aproveitar o rendimento dos Michelin Power Slick”.

A programação de treinos livres em Campo Grande para a prova de domingo será desenvolvida na sexta-feira e no sábado, quando também serão disputadas as tomadas de tempo para definição dos grids de largada em todas as categorias.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions