A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

05/05/2010 22:35

Cruzeiro bate o Nacional e agora encara o São Paulo

Redação

Os uruguaios até tentaram usar da velha catimba. Em jogo tumultuado e com três expulsões, o Cruzeiro suportou bem a pressão no acanhado estádio Parque Central, em Montevidéu, venceu o Nacional, por 3 a 0, nesta quarta-feira, e avançou às quartas de final da Libertadores. A exemplo do ano passado, o adversário será o São Paulo.

Cruzeiro e São Paulo se enfrentaram nas quartas de final da Libertadores 2009. O time mineiro levou a melhor e eliminou o tricolor paulista com duas vitórias: por 2 a 1 no Mineirão e 2 a 0 no Morumbi. A equipe celeste arrancou na competição e chegou à final, mas perdeu o título para o Estudiantes, da Argentina.

O São Paulo eliminou o Universitário, na terça-feira, no sufoco, ao derrotar o adversário nos pênaltis, depois de empate sem gols no tempo normal. O primeiro jogo também ficou empatado em 0 a 0.

Por ter vencido o jogo de ida no Mineirão por 3 a 1, o Cruzeiro entrou em campo com a vantagem de poder perder por um gol de diferença ou até por dois, desde que fizesse dois ou mais. Porém, o time celeste fez mais e venceu o Nacional novamente. Foi o primeiro triunfo celeste fora de casa nesta edição da Libertadores. Anteriormente, foram três empates e uma derrota.

Na tentativa de pressionar o Cruzeiro, o Nacional optou por jogar no Parque Central, que tem capacidade para 20 mil torcedores. A torcida uruguaia correspondeu e lotou o estádio. Porém, o time mineiro se impôs na partida e conseguiu suportar a "panela de pressão".

A partida bastante tumultuada, com os uruguaios provocando os cruzeirenses. O árbitro expulsou três jogadores no segundo tempo: Leonardo Silva pelo Cruzeiro e Coates e Varela pelo Nacional.

Porém, com a bola rolando, o Cruzeiro foi superior ao adversário, criou as melhores oportunidades e finalizou com mais eficiência. Depois de abrir o placar com Thiago Ribeiro no primeiro tempo, em cobrança de falta, o time celeste selou a vitória com Diego Renan e Gilberto na etapa final.

(Com informações do UOL)

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions