A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

28/01/2010 10:38

Eleição do Operário ocorreu pela "porta dos fundos"

Redação

A diretoria do Operário garantiu hoje que concluiu o processo eleitoral para presidência do clube, reconduzindo ao cargo o atual diretor, Tony Vieira.

Depois de torcedores impediram o acesso de sócios ao Clube Libanês, o local escolhido para a votação, na terça-feira passada, a assessoria de imprensa do time garante que o processo foi concluído na porta dos fundos do prédio.

"Tem uma porta dos fundos e ficamos lá. Teve a assinatura de ata e tudo certinho", garante o diretor de comunicação do Galo, Paulo Mello.

O time não repassa cópia do documento, nem informa quantas pessoas teriam votado. O necessário para reeleição de Tony Vieira era de, no mínimo 20 votantes favoráveis a sua recondução ao cargo.

Segundo o Operário, a direção resolveu ficar calada até que reúna toda a documentação necessária para apresentar à imprensa. Uma entrevista coletiva deve ser agendada para a próxima semana.

No Clube Libanês, a informação é que nenhum espaço do prédio foi utilizado para votação. O processo foi suspenso a pedido da administração do local, por falta de segurança.

Duas pessoas que foram até o clube para votar, saíram sem assinar ata de votação.

A Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul confirma que o processo eleitoral foi concluído pela direção do clube. Apesar das denuncias de torcedores do Galo de que havia diversas irregularidades na eleição, a Federação afirma que os clubes são independentes e que não há interferência em decisões internas.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions