A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

27/02/2014 10:30

Em mais uma partida sem torcida, só 66 pagam para ver jogo no Morenão

Aliny Mary Dias
Partida terminou com vitória do Furacão por 3 a 1 (Foto: Divulgação/Cene)Partida terminou com vitória do Furacão por 3 a 1 (Foto: Divulgação/Cene)

Mais uma vez uma partida no Campeonato Sul-mato-grossense 2014, disputada no Estádio Morenão, foi para poucos torcedores e a renda meramente simbólica. No confronto de ontem (26) entre Cene e Aquidauanense, 66 pessoas pagaram para acompanhar o jogo e a renda somou R$ 525.

O Campo Grande News vem acompanhando o desastre de público no Morenão, palco de confrontos com casa lotada em um passado já distante. A última noite de arquibancadas vazias em plena quarta-feira ocorreu na semana passada, quando Comercial e Novoperário levaram 272 pagantes e a renda atingiu os R$ 4 mil.

Na partida de ontem, além dos 66 pagantes, outros 50 torcedores compareceram ao estádio, mas a entrada foi por meio das cortesias, prática comum entre os clubes da Capital. A partida terminou com a vitória do Furacão Amarelo por 3 a 1.

Uma das explicações para partidas com baixo público durante as quartas-feiras à noite tem sido a transmissão feita pela TV Morena, afiliada da Rede Globo. Na última semana, torcedores criticaram as transmissões feitas em dias de jogos no Morenão. Muitos acreditam que com a possibilidade de assistir em casa, os amantes do futebol local evitam ir aos estádios.

“Não deviam transmitir os jogos no Morenão, pelo menos para Campo Grande não. Os mais apaixonados vêm para o estádio, mas os demais torcedores ficam em casa, para não gastar dinheiro, com sua pipoca. Já se transformou em uma cultura”, disse, na última semana, a dona de casa e torcedora do Novoperário, Ana de Sousa, 41 anos.

Uma situação ainda mais crítica ocorreu no confronto entre Cene e Costa Rica, no último dia 18, uma terça-feira à tarde. Só 26 torcedores pagaram para acompanhar a partida e a renda somou R$ 410, uma das mais baixas do Campeonato Estadual.

Números - Em um levantamento feito com base nos borderôs divulgados pela FFMS (Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul), o Campo Grande News contabilizou os números das 24 partidas disputadas em fevereiro até a semana passada.

Em todo o Estado, 8,991 mil pessoas pagaram para ir aos estádios de 1º de fevereiro até o dia 18. As rendas de todas as 24 partidas somam o montante de R$ 93,632 mil. O maior público e renda de fevereiro foram registrados no dia 9 quando o Misto de Três Lagoas enfrentou o Cene, no estádio Madrugadão. A partida reuniu 784 pagantes e a renda atingiu R$ 9 mil.



piada com esse cesário na presidência ninguém vê um futuro
 
antonio gonçalves da silva em 27/02/2014 22:52:24
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions