A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

31/01/2014 13:51

Estádio Douradão irá receber R$ 1,8 milhão para a reforma, confirma Funed

Helton Verão
Frédis Saldivar, o Douradão deverá receber vidros Blindex no lugar dos parapeitos que separam as torcidas, melhorar o acesso à cadeirantes e instalar um sistema de monitoramentoFrédis Saldivar, o Douradão deverá receber vidros Blindex no lugar dos parapeitos que separam as torcidas, melhorar o acesso à cadeirantes e instalar um sistema de monitoramento

A Fundação da Esportes de Dourados (Funed) confirmou que está prestes a receber do Governo Federal, através do Ministério dos Esportes cerca de R$ 1,8 milhão para a reforma do estádio Frédis Saldivar, o Douradão. A verba faz parte do projeto que visa dar assistência aos estádios das regiões que não irão receber a Copa do Mundo.

O diretor da Funed, Antonio Coca, explicou ao site Dourados Agora, que o Douradão, apesar de estar recebendo normalmente os jogos do Campeonato Estadual, precisa passar por mais melhorias, principalmente porque ainda não está operando em sua capacidade máxima que é de 28 mil expectadores; por enquanto comporta apenas sete mil.

“A prefeitura já estuda por conta própria implantar vidros Blindex no lugar dos parapeitos que separam as torcidas, melhorar o acesso à cadeirantes e instalar um sistema de monitoramento. Já estamos negociando as obras que vão nos permitir abrir mais dez lugares”, explicou.

No início da semana, o vice-presidente da FFMS (Federação de Futebol de MS), Marco Antônio Tavares, afirmou que mais de R$ 10 milhões serão destinados a quatro estádios do Estado. Além do Douradão, no Pedro Pedrossian, o Morenão; José Cândido dos Santos Virote, o Virotão, em Naviraí, e o Salvador Venâncio da Costa, o “Ninho da Águia”, em Rio Brilhante.

Dos quatro estádios, os valores que três deles irão receber já ultrapassa a marca dos R$ 10 milhões, já que no Morenão o dirigente da FFMS confirma R$ 9 milhões e os boatos sobre o valor destinado ao Virotão é de R$ 580 mil. Se somado ao R$ 1,8 milhão do Douradão, o investimento já beira R$ 11,2 milhões. Para o Ninho da Águia, não foi divulgado ou cogitado a informação dos valores.

No Pedro Pedrossian, na Capital, o dinheiro será para a reforma da pista de atletismo, a retirada do fosso e o prolongamento da arquibancada em seu lugar, pintura da mesma, além de troca do gramado e da iluminação. “As obras só não começaram porque está sendo realizado o Estadual”, ressalta Tavares.
O dirigente revela que o prazo para conclusão das obras é de seis a oito meses.

Porém - A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) negou através de nota ter recebido parte dos R$ 9 milhões, como afirmou o vice-presidente da FFMS. Mas a instituição confirma que o projeto para as reformas existe. Visando fazer um local adequado para a formação de atletas, nas dependências da Instituição.

O Campo Grande News entrou em contato com responsáveis do Virotão e do Ninho da Águia, mas até o fechamento desta matéria, não obtivemos respostas as ligações.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions