A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

12/10/2014 08:45

Famílias participam da Volta das Nações, que reúne mais de 26 mil

Priscilla Peres e Caroline Maldonado
Meia-maratona realizada pelo sexto ano consecutivo reuniu participantes de várias partes do mundo. (Fotos: Alcides Neto)Meia-maratona realizada pelo sexto ano consecutivo reuniu participantes de várias partes do mundo. (Fotos: Alcides Neto)
Carlos Rodrigo participou com a esposa e os dois filhos pequenos. Carlos Rodrigo participou com a esposa e os dois filhos pequenos.

Neste domingo quando se comemora o Dia de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil e também o Dia das Crianças, famílias de Campo Grande se reuniram na Meia-Maratona Internacional do Pantanal Volta das Nações. A corrida e caminhada que chega a sexta edição contou com a presença de 26.486 pessoas.

Carlos Rodrigo Beso, 37, e sua esposa Miriam Rodrigues Nunes, 34, participaram pela primeira vez da caminhada de 10 km, com os dois filhos. Além de levar as crianças para se divertir, ainda fizeram um exercício físico. "Meu marido veio mais para trazer os pequenos, mas como eu sempre faço caminhada hoje quero pegar o ritmo para continuar", disse Miriam, ao ressaltar que também é uma oportunidade para perder peso.

Já a adolescente Isabelly da Silva Rezende, 16, participou da corrida junto com o grupo de 17 colegas da turma de Técnico de Informática do IFMS (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul) e seu professor. "Eu sempre caminho, mas esse ano resolvi correr por que o professor vai dar um ponto na média para quem participar", disse.

Além disso, Isabelly conta que seus pais participaram também para aumentar a prática de exercícios físicos. "Meus pais começaram a correr por que passaram por coisas que os obrigaram a se exercitar mais. Foram vários problemas de saúde, minha mãe estava acima do peso e pai tem úlcera", conta.

 

Jaciel Paulino foi o primeiro a concluir o percurso em sua categoria. Jaciel Paulino foi o primeiro a concluir o percurso em sua categoria.

Deficientes físicos - A primeira largada foi dada às 6h50 para os atletas das categorias cadeirante e deficiente visual masculino e feminino. Jaciel Paulino, 41, corre há dez anos e foi o primeiro a terminar o percurso e conta que essa é a quarta vez que participa e a terceira em que é o primeiro colocado em sua categoria.

"Nem tem mais segredo", diz Jaciel que teve poliomielite quando criança e ficou paraplégico. "Comecei a correr para fazer atividade física. Na primeira corrida me atrapalhei e cheguei em último, mas depois peguei o jeito", detalha o atleta que já ganhou uma meia-maratona em Miami há dois anos atrás.

Aos sedentários, Jaciel afirma que sempre é preciso se motivar para sair de casa e praticar algum exercício físico. "Cada um tem uma dificuldade, mas não é por isso que vai deixar de fazer alguma coisa. Se não vai ficar pra sempre no sofá sem fazer nada", diz.

O prefeito de Campo Grande Gilmar Olarte (PP), também prestigiou o evento esportivo, mas sem participar ativamente, apenas dando apoio moral aos atletas. "Não vou correr por que só estou preparado psicologicamente, fisicamente não", disse.

Meia-Maratona - A Volta das Nações deste ano superou a do ano passado, com quase 2,5 mil participantes a mais. Na edição 2014, além do sorteio de um automóvel 0 km (avaliado em R$ 26,1 mil) entre todos os participantes da meia-maratona de 21 km, da corrida de 10 km e da caminhada de 7 km que concluírem os respectivos percursos e aguardarem a premiação, a Volta das Nações vai distribuir R$ 76.524,00 em dinheiro para os três primeiros colocados da meia-maratona nas categorias geral masculino e feminino e indústria masculino e feminino, bem como para os três primeiros colocados da meia-maratona nas categorias cadeirante e deficiente visual masculino e feminino.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions