A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

16/05/2011 20:39

Federação pune o Operário, que perde 6 pontos e pode ser rebaixado

Paulo Fernandes

A FFMS (Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul) retirou 6 pontos do Operário, acusado de ter utilizado um atleta irregularmente na partida de ontem contra a Serc (Sociedade Esportiva e Recreativa Chapadão), no Estádio Jacques da Luz, pelo Campeonato Estadual. A penalidade pode significar um novo rebaixamento do time mais popular de Mato Grosso do Sul.

Segundo comunicado do vice-presidente da FFMS e coordenador técnico de competições, Marco Antonio Tavares, o jogador Reinaldo da Silva Santos deveria ter cumprido suspensão, por ter levado três cartões amarelos, o que não aconteceu.

A suspensão do jogador após o terceiro cartão está prevista no regulamento da competição, que também prevê a penalidade. “Caso ocorra irregularidade neste item, caberá ao departamento técnico da FFMS a aplicação da perda do dobro de pontos disputados na partida, por jogador irregular”, diz o documento.

Reinaldo da Silva Santos, ainda conforme a federação, recebeu os cartões amarelos nos dias 3 de abril (Serc X Operário), 24 de abril (Operário X Comercial) e 7 de maio (Rio Verde X Operário).

O caso será encaminhado ao TJD/MS (Tribunal de Justiça Desportiva) que ainda apreciará a punição. O Operário tinha 7 pontos e já era um dos últimos colocados no Campeonato Sul-Mato-Grossense. Com a decisão da federação, o time passa a ser o lanterna isolado.

Outro lado – O presidente do Operário, Antonio Vieira, afirmou que o time faz o controle de cartões e que o Reinaldo da Silva Santos não havia recebido três cartões amarelos. “Nós só jogamos com três titulares, não iríamos escalar um jogador irregular”, afirmou.

Para Tony Vieira, o Operário está sendo perseguido pela federação.

Ele afirmou ainda que não deveria ter sido a FFMS, mas a Serc/Chapadão, a responsável por acionar a Justiça Desportiva.

Após perder jogo, Operário informa prejuízo financeiro
Com 211 torcedores no estádio Jacques da Luz para assistir o jogo contra a Serc (Sociedade Esportiva e Recreativa Chapadão), o Operário, que perdeu e...
Serc/Chapadão vence o Operário e garante-se no G-4
A Serc (Sociedade Esportiva e Recreativa Chapadão) venceu o Operário neste domingo por 2 a 0, no estádio Jacques da Luz, em Campo Grande, pelo Campeo...


este vice da federaçãoter e no minimo estranho , porque que no caso do rio verde ele não se pronunciou, o que leva o seu pronunciamento em um caso em outro não ? e olha que o futebol esta na draga total .
 
marcos araujo em 17/05/2011 11:02:16
Agora a culpa desse amadorismo total do Operário é da Federação? Quem defende isso só pode estar de brincadeira. Um time que não controla nem a quantidade de cartões que seus jogadores recebem tem que disputar é campeonato amador.
 
MARCELLO MENDES em 17/05/2011 10:31:15
A Federação fez o que manda a lei. Cabe ao departamento técnico controlar o número de cartões e aplicar a pena em caso de irregularidade. Tem gente aqui defendendo que se puna o juiz, ao invés do réu. Isso não existe. É hora de cobrar quem realmente tem responsabilidade, e parar de querer jogar a torcida contra certos desafetos pessoais.
 
Paulo Vilas em 17/05/2011 08:40:24
UAI O OPERÁRIO JOGOU CONTRA O CHAPADÃO OU CONTRA A FEDERAÇÃO? QUEM TEM QUE QUESTIONA O CHAPADÃO OU A FEDERAÇÃO?
SE É A FEDERAÇÃO POR QUE ELA NÃO O FEZ EM 2009, NO CASO DO RIO VERDE ONDE JOGADORES PARTICIPARAM DE MAIS DE 5 PARTIDAS COM CARTÕES AMARELO OLHE QUE ERAM 2 ATLETAS .
A FEDERAÇÃO ESTA DE BRINCADEIRA
 
João Luiz Neto em 16/05/2011 11:08:08
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions