A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

07/04/2016 16:09

Fisioterapeuta do MS também é destaque em desafio internacional de Judô

Thiago de Souza
Fisioterapeuta comanda trabalho com judocas da seleção brasileira. (Foto: Divulgação)Fisioterapeuta comanda trabalho com judocas da seleção brasileira. (Foto: Divulgação)

Mato Grosso do Sul terá destaques dentro e fora dos tatames no Super Desafio Bra de Judô Brasil e Coreia do Sul, no dia 9 de abril, no Ginásio Dom Bosco, em Campo Grande. A douradense Camila Gebara luta pela seleção brasileira principal de judô, onde também atua o fisioterapeuta campo-grandense Gabriel Bogalho.

Bogalho, 33, atuou na seleção principal da modalidade pela primeira vez no Campeonato Mundial de Judô, em 2013, no Rio de Janeiro. O fisioterapeuta destaca o evento como um dos melhores de sua carreira na seleção até agora.

O fisioterapeuta disse que é gratificante trabalhar com os ídolos do esporte, com pessoas que ele via somente pela televisão e hoje tem o prazer de estar junto delas. Bogalho já foi atleta, inclusive é faixa preta no judô, e destaca também suas atuações pela FJMS (Federação de Judô de Mato Grosso do Sul).

O profissional sul-mato-grossense se sente gratificado ao ver que seu trabalho está sendo reconhecido dentro do judô. “Acho que estou no auge da carreira porque servir a seleção brasileira é gratificante”, relatou.

Bogalho diz que o trabalho da fisioterapia hoje é voltado para a prevenção de lesões, e relata a importância de estar sempre próximo do atleta para evitar lesões e intervir prontamente para não deixar que um problema se torne mais grave.

Sobre um dos destaque do Estado no esporte nacional, Gabriel diz que a douradense Camila Gebara é uma realidade do judô brasileiro e mundial. “Ela vem pegando medalhas importantes nas categorais de base e medalhas importantes no circuito europeu. Acho que nos próximos anos vamos ouvir falar cada vez mais dela”, estimou.

Super Desafio BRA Coreia do Sul de Judô acontece na parte da manhã, a partir das 8 horas, e o Campeonato Brasileiro Regional começa ao meio-dia.

A competição promove a disputa entre três atletas no feminino e dois no masculino dos dois países. São eles: Camila Gebara (+78), Ketleyn Quadros (63kg); Nathália Brígida; João Marcos Cesarino, e o meio-leve Gabriel Pinheiro. O evento é aberto ao público, e são estimados de 4 a 5 mil espectadores. 

Gabriel Bogalho em preparação da seleção brasileira de judô. (Foto: Divulgação)Gabriel Bogalho em preparação da seleção brasileira de judô. (Foto: Divulgação)
Gabriel (preto) ao lado das judocas da seleção brasileira. (Foto: Divulgação)Gabriel (preto) ao lado das judocas da seleção brasileira. (Foto: Divulgação)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions