A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

08/10/2010 13:42

Galo reclama de falta de calendário e boicota reunião

Redação

Descontente com a escolha de Ponta Porã (distante 323 quilômetros da Capital) como palco da reunião entre dirigentes de ligas, de clubes e da Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul (FFMS), a diretoria do Operário decidiu boicotar o encontro.

De acordo com o presidente do Operário, Tony Vieira, ao decidir realizar a reunião em Ponta Porã, a FFMS deixa de lado os clubes e dificulta a presença de dirigentes que não possuem condições de discutirem os projetos para 2011.

"Muitos clubes ficarão de fora das decisões porque os dirigentes não poderão se deslocar. Além do Operário, a diretoria do Chapadão também não participará. Imagine quem está em Chapadão, ou em Corumbá, e tem de se deslocar quase 800 quilômetros para a assembléia?

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions