A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

28/08/2011 09:39

GP da Bélgica tem acidente com Bruno Senna e vitória de Vettel

Paula Maciulevicius

Massa terminou na oitava posição

Após três corridas sem vencer, Vettel derruba o jejum e leva o GP da Bélgica. (Foto: AFP)Após três corridas sem vencer, Vettel derruba o jejum e leva o GP da Bélgica. (Foto: AFP)

Depois de um jejum de três provas sem vitória, Sebastian Vettel voltou a vencer. O piloto conquistou o GP da Bélgica, no circuito de Spa-Francorchamps, 12ª etapa do Mundial de F-1, neste domingo. Foi a sétima vitória de Vettel no ano, que continua na liderança do Mundial, com 259 pontos, e a 17ª na carreira. Ele foi seguido pelo companheiro de equipe, o australiano Mark Webber, e pelo inglês Jenson Button, da McLaren. Os dois somam 167 e 149 pontos, respectivamente.

Fernando Alonso, da Ferrari, que chegou a brigar pela primeira posição, concluiu a prova no quarto posto. Ele foi seguido pelo alemão Michael Schumacher, da Mercedes, que largou em último e comemorou 20 anos de carreira na F-1 neste fim de semana. Alonso tem 157 pontos no Mundial.

Entre os brasileiros, Felipe Massa, da Ferrari, foi o mais bem colocado. Terminou a prova na oitava posição, mas deixou Spa pouco animado. Ele brigou pelo pódio até a 30ª volta, quando teve um pneu furado e seu desempenho foi prejudicado.

Bruno Senna, da Renault, também não teve sorte. Saiu em sétimo, mas foi prejudicado logo na largada. Depois fez uma prova razoável e cruzou a linha de chegada na 13ª posição. Rubens Barrichello, da Williams, foi o 16º.

A próxima etapa da F-1 será no GP da Itália, em Monza, no dia 11 de setembro.

Brasileiros - Os brasileiros não tiveram um bom dia na Bélgica. Todos tiveram que fazer paradas extras e perderam posições. Senna danificou o carro na largada e foi apenas o 13º e Barrichello tocou em Kobayashi nas últimas voltas e terminou em 16º

A partir da volta 30 Massa, que fazia uma prova razoável, foi prejudicado com um pneu furado. Ele deixou o pelotão de frente e caiu para 11ª posição. Passou então a brigar por um posto no top-10. Webber ultrapassou Alonso faltando menos de dez voltas para o final, assumindo o segundo posto.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions