A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Outubro de 2019

20/05/2019 15:33

Jogador deixa Corumbaense após trio armado invadir alojamento à sua procura

Homens foram em busca do atleta que teria trocado ofensas com torcedores durante o jogo do último sábado; equipe perdeu por 2 a 0

Liniker Ribeiro
Anúncio da chegada do meia Marlos ao Corumbaense (Reprodução/Facebook)Anúncio da chegada do meia Marlos ao Corumbaense (Reprodução/Facebook)

O meia Marlos, do Corumbaense, pediu desligamento do time, no domingo (19), um dia após a derrota para o Iporá, por 2 a 0, pela série D do Campeonato Brasileiro. A decisão foi tomada após três homens, um deles armado, invadirem a sede do clube, localizada na Avenida General Rondon, em Corumbá – a 419 quilômetros da Capital - atrás do jogador.

De acordo com Diário Corumbaense, a invasão ao alojamento dos jogadores aconteceu pouco antes das 7h. Um companheiro de equipe de Marlos, identificado como Fabinho, chegou a ser abordado e rendido pelo trio, que questionou o paradeiro do atleta. Mesmo após afirmar que o jogador não estava no local, os homens entraram no quarto do meia, mas encontraram a cama vazia.

Ainda segundo o site, os homens chegaram a entrar em outros cômodos e, inclusive, apontar a arma para alguns jogadores, mas foram embora após não encontrarem Marlos. No jogo do último sábado (18), após ser substituído, o meia teria sido alvo de torcedores descontentes com o desempenho da equipe em campo e trocado ofensas com um deles.

O rapaz envolvido ainda teria dito “ele não sabe com quem está lidando”, logo após a confusão. A Polícia Civil do município investiga o caso e usará imagens de câmeras de monitoramento instaladas no alojamento para identificar os suspeitos. De acordo com testemunhas, o trio não usava máscaras ou qualquer outra coisa para esconder os rostos.

A invasão deixou os jogadores assustados, principalmente Marlos, que decidiu deixar o time e também a cidade, na tarde de ontem. O meia chegou ao Corumbaense ainda na pré-temporada, em dezembro de 2018. 

O Corumbaense se manifestou sobre o assunto através de nota oficial. A diretoria do clube afirmou que “repudia todo e qualquer ato de violência contra os atletas e já tomou providências no sentido de buscar junto às autoridades policiais, a identificação e punição deste ato criminoso. Um boletim de ocorrência foi registrado e em análise de imagens obtidas pelo clube os suspeitos foram inclusive apontados e serão investigados”.

O clube diz ainda que está prestando “o apoio necessário aos jogadores e que em respeito ao sentimento do atleta Marlos, aceitou o pedido de desligamento do mesmo”. Por fim, afirmou que atitude como esta “não faz parte do sentimento que esteve presente no relacionamento entre o clube e nossa pacífica torcida”.

 

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions