A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

31/01/2016 19:21

Jogo de abertura tem bom público e empate entre Comercial e Novoperário

Estreia reuniu 1.121 pessoas na tarde de hoje no Estádio Jacques da Luz

Bianca Bianchi
Novoperário e Comercial se enfrentaram hoje no Parque Jacques da Luz (Marcos Ermínio)Novoperário e Comercial se enfrentaram hoje no Parque Jacques da Luz (Marcos Ermínio)

Terminou em 1 a 1 o primeiro jogo do Campeonato Estadual de Futebol de Mato Grosso do Sul. Comercial e Novoperário se enfrentaram na tarde de hoje (31) no Complexo Esportivo Jacques da Luz, no bairro Moreninhas, em Campo Grande.

No primeiro tempo, o atacante Aloísio Chulapa, ex-jogador do São Paulo, se destacou e de tanto buscar gol, passou a bola para Mateus Dulcidio, que chutou forte e marcou 1 a 0 para o Colorado. Outro ponto alto do primeiro tempo foi a expulsão de Lucas Alvea, meia do Novoperário.

No segundo tempo, o Comercial voltou sem Eric e Aloísio. Com a queda no rendimento, Novoperário cresceu no jogo e Elias marcou o gol de empate.

Os times agora só entram em campo no dia 21 de fevereiro, já na segunda rodada do Campeonato, quando o Novoperário enfrenta o Operário em Campo Grande e o Comercial joga contra a Serc, em Chapadão do Sul.

No grupo A estão: Operário, Costa Rica, Misto, Comercial, Novoperário e Serc. O Grupo B conta com: Águia Negra, Corumbaense, Itaporã, Ivinhema, Naviraiense e Sete de Dourados.

Público do Esporte Clube Comercial acompanhou em peso a estreia do Campeonato (Foto: Marcos Ermínio)Público do Esporte Clube Comercial acompanhou em peso a estreia do Campeonato (Foto: Marcos Ermínio)

Público – A partida reuniu público de 1.121 pessoas (1.104 pagantes e 17 não pagantes), “um bom público”, segundo a organização do evento, por conta do tempo de chuva. A receita da bilheteria atingiu R$ 12.295,00.

Uma falha de comunicação entre a organização do evento e a segurança privada contratada para fazer a vistoria dos espectadores fez com que os portões só fossem abertos faltando 5 minutos para a partida começar. Mas, não comprometeu o desenrolar do jogo.

Marcelo leva a família ao estádio para acompanhar todos os jogos do Comercial (Foto: Marcos Ermínio)Marcelo leva a família ao estádio para acompanhar todos os jogos do Comercial (Foto: Marcos Ermínio)

Paixão antiga – Operariano de berço e Novoperariano por opção, Márcio José Martins Ferreira, 46 anos, compareceu ao estádio hoje uniformizado e empolgado. Ele espera, o quanto antes, rever - e reviver - os tempos áureos do Operário, quando ia ao estádio com seu pai.

“Esporte é lazer, é entretenimento e é cultura também. Se houver um esforço mútuo entre dirigentes de clubes, autoridades e a população cobrar também, tenho certeza que vamos ver o futebol sul-mato-grossense tendo representatividade no cenário nacional”, afirma.

Acompanhado de dois filhos e um “sobrinho postiço”, Marcelo Guerreiro, 43 anos, faz questão de marcar presença em todos os jogos do time do coração.

“Onde o Comercial está eu estou também”, declara orgulhoso.

Para o comerciante, o local do jogo faz muita diferença para o time e para os torcedores.
“Aqui é legal, mas parece que falta identificação com o campo. Jogar e torcer no Morenão vai ser como voltar pra casa”, explica.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions