A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

14/10/2009 19:46

Morenão precisa de ajustes, mas passou no teste diz CBF

Redação

O diretor do departamento técnico da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), Virgilio Elizio, disse há pouco, após o confronto entre Brasil e Venezuela, que o estádio Morenão ainda precisa de ajustes, mesmo com a reforma de R$ 720 mil

Segundo ele, para o jogo de hoje, "o estádio mudou de cara e passou no teste". Elizio também comentou a euforia da torcida e a recepção carinhosa à Seleção.

Mais ajustes precisam ser feitos, pois o Morenão não tem frequência de uso, de acordo com ele. "Talvez, no futuro, quando um time daqui estiver na Série B, quem sabe mais melhorias sejam feitas".

Com a reforma para a partida desta quarta-feira, os bancos de reservas e técnicos, que antes ficavam em uma área rebaixada, foram reposicionados para dentro do gramado, dentro dos padrões da Fifa. Sob eles, que receberam almofadas, foi colocado um tapete sintético e também foi instalada uma cobertura de acrílico.

A única mudança considerável foi na iluminação do estádio, substituída e o número de refletores ampliado de 72 para 96. O dinheiro para a ampliação veio da prefeitura e do governo estadual.

Os banheiros dos vestiários foram reformados e o corredor que dá acesso recebeu tapetes emborrachados. Nos banheiros foram trocados chuveiros e as pias quebradas foram substituídas.

Também foi montada em frente ao camarote uma área para cadeirantes, para garantir acessibilidade. Na área coberta das arquibancadas foi instalada uma manta asfáltica de 4 mm de espessura para garantir impermeabilidade.

A reforma garantiu, ainda, uma área para aquecimento dos jogadores. Além disso, a pintura sinalizando saídas de emergência foi renovada.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions