A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 19 de Setembro de 2017

30/07/2017 18:50

Na 1ª vitória de Micale, Atlético-MG derrota Coritiba e espanta a crise

Estadão Conteúdo

O Atlético-MG conseguiu a primeira vitória sob o comando de Rogério Micale. Depois de estrear com derrota por 3 a 0 para o Botafogo e ser eliminado na Copa do Brasil, no meio de semana, o técnico viu o seu time derrotar o Coritiba por 2 a 0, no estádio Couto Pereira, na tarde deste domingo, pela 17.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

A vitória fez o Atlético-MG espantar a crise e se aproximar um pouco do batalhão de frente do Brasileirão, no qual agora tem 23 pontos - o Sport, time que fecha o G6 da tabela (zona de classificação à Libertadores), chegou aos 27 neste domingo.

O Coritiba, por sua vez, é o 16.º, primeiro fora da zona do rebaixamento, com 19 pontos. E os paranaenses podem entrar na degola caso o Atlético-PR, com 17 pontos, derrote o Vasco nesta segunda-feira, em Volta Redonda, no encerramento da rodada.

O jogo no Couto Pereira começou agitado e com polêmica da arbitragem. Logo aos seis minutos, o Atlético-MG balançou as redes. Adilson desviou de cabeça cobrança de falta de Cazares e marcou. A arbitragem, no entanto, assinalou impedimento de Rafael Moura, gerando reclamação dos jogadores atleticanos. Logo em seguida, porém, os visitantes conseguiram abrir o placar. Aos 12 minutos, após toque de mão dentro da área, a arbitragem marcou o pênalti. Na cobrança, Fábio Santos deslocou Wilson e abriu o placar com chute forte e no alto.

O Coritiba sentiu o gol e começou a esbarrar em seus próprios defeitos, errando passes e com pouca inspiração. Em outra subida ao ataque, o Atlético-MG teve oportunidade de marcar, em outra cobrança de pênalti. Desta vez, Leonardo Silva foi empurrado por Luizão na área. Na cobrança, Cazares tentou colocar no canto, mas Wilson caiu bem no lado esquerdo e fez a defesa. Antes do intervalo, os donos da casa ainda tentaram a reação e exigiram duas boas intervenções de Victor em finalizações de Henrique Almeida e Rildo.

O segundo tempo também começou quente. Logo aos três minutos, depois de grande cruzamento de Gustavo Blanco, o atacante Rafael Moura apareceu livre de marcação dentro da área conseguiu fazer o mais difícil e tocar para fora.

O Coritiba oxigenou o ataque com a entrada do jovem meio-campista Yan e conseguiu dar o troco no adversário, assustando novamente o goleiro Victor por duas vezes em finalizações de longa distância.

Em meio à pressão paranaense, o Atlético-MG conseguiu marcar o segundo e matar o jogo. Marcos Rocha foi até a linha de fundo e cruzou. Rafael Moura pegou a sobra e bateu forte. A bola ainda bateu em Wilson antes de cruzar a linha de gol aos 27 minutos. Valente, o Coritiba ainda tentou reagir, mas a vitória mineira acabou confirmada.

O Atlético-MG volta a campo contra o líder Corinthians, na próxima quarta-feira, às 21 horas, no Mineirão, em Belo Horizonte (MG). Na quinta-feira, o Coritiba encara o ascendente São Paulo, no Morumbi, às 19h30.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions